Chuva provoca alagamentos e desabamentos em Campina Grande - WSCOM

menu

Paraíba

10/02/2018


Chuva provoca alagamentos e desabamentos

EM CAMPINA GRANDE

Foto: autor desconhecido.

Fortes chuvas derrubaram árvores e alagaram ruas em Campina Grande, na noite desta sexta-feira (9) e madrugada deste sábado (10). De acordo com a Defesa Civil, o bairro mais afetado foi Alto Branco, que recebeu 76mm de chuvas. O alerta para este sábado permanece.

Foram mais de trinta pontos de alagamentos e desabamentos na cidade. Ruas ficaram intransitáveis e pessoas impossibilitadas de chegarem ou saírem de suas casas. Segundo a Ruiter Sansão, coordenador da Defesa Civil em Campina Grande, famílias não ficaram desabrigadas. Elas foram retiradas de suas casas, mas quando a água baixou de nível, retornaram. No bairro Jardim Paulistano, oito casas foram afetadas pelas chuvas.

Os bairros Jardim Paulistano, Liberdade e Catolé receberem 53mm de chuvas, Malvinas/Bodocongó atingiu um índice pluviométrico de 52mm, no Distrito dos Mecânico choveu 46mm, em Catingueira 32mm e em Mutirão 31mm.

Segundo o Corpo de Bombeiros, na noite desta sexta-feira (9) seis ocorrências foram registradas. Além disso, três árvores caíram, uma no bairro da Liberdade, outra no bairro Três Irmãs e a terceira no Catolé. Na manhã deste sábado (10), duas solicitações de cortes de árvores já foram feitas ao Corpo de Bombeiros, uma em Santo Antônio e outra em Santa Rosa. O muro da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Monte Carmelo, que fica localizada no bairro Centenário também foi danificado pelas chuvas.

A Defesa Civil explicou que a topografia de Campina Grande foi determinantes para que muitos bairros fossem afetados pelas chuvas. Os locais mais atingidos pelas chuvas ficam localizados na parte mais alta da cidade, consequentemente, as águas fluem para as áreas mais baixas causando alagamentos, como aconteceu com o bairro Novo Horizonte.

Uma local que ainda preocupa a Defesa Civil é a Vila dos Teimosos, em Bodocongó, local onde o monitoramento de 40 famílias é permanente, devido a execução de obras no local que impactaram negativamente a região. Os riscos de alagamento no local são maiores.

A Defesa Civil de Campina Grande ainda emite um alerta para o município de Monteiro. “Por conta do aumento do volume das águas, tanto da transposição, quanto de chuvas na região, aumenta o risco de afogamentos principalmente em período carnavalesco”, explicou Ruiter Sansão. As informações são do G1.

 

 

 

VÍDEO MOSTRA TRANSTORNO CAUSADO PELAS CHUVAS EM CG