Chávez anuncia aliança com o Brasil para fabricação de tubulações - WSCOM

menu

Economia & Negócios

07/08/2005


Chávez anuncia aliança com o

Empresas da Venezuela e do Brasil preparam um acordo estratégico para que uma empresa brasileira produza ductos para o transporte de petróleo e que atualmente são importados dos Estados Unidos, informou o presidente venezuelano, Hugo Chávez, neste domingo.

Chávez disse que a PDVSA (Petróleos da Venezuela SA) e uma empresa do Brasil, cujo nome não revelou, elaboram um “convênio estratégico para produzir esses ductos, que no futuro podem ser vendidos para várias partes do mundo”.

Chávez fez o anúncio após votar nas eleições municipais realizadas hoje na Venezuela.

O presidente revelou que a possibilidade do acordo surgiu ontem, em conversa com um líder do PT, que estava acompanhado por outros dirigentes operários de Argentina e Uruguai, países que serão visitados por Chávez em breve.

“Disseram-me que existe uma empresa recuperada, perto do Rio de Janeiro, com 300 trabalhadores e que produz ductos de fibra para a indústria petrolífera. Atualmente (a empresa) utiliza cerca de 15% da sua capacidade. É uma possibilidade para a Venezuela importar esses canos do Brasil e não mais dos EUA.”, declarou o presidente.

O possível acordo com a empresa brasileira seria o marco de uma “organização internacional de empresas recuperadas”, que é planejado com participação venezuelana.

Chávez explicou que são empresas “que foram abandonadas por seus donos durante a época neoliberal e retomadas por seus trabalhadores, que as mantém há 10 anos, em alguns casos”.

“Queremos ajudá-las, porque ninguém dá crédito a elas”, disse Chávez.

O presidente deu a entender que o acordo com a empresa brasileira poderia se estender a companhias semelhantes de Argentina e Uruguai.

Chávez realizará uma rápida viagem por esses três países a partir do dia 10 de agosto, quando chega a Montevidéu.

Notícias relacionadas