Cena rara em Fortaleza: Fla chega com mais seguranças que torcedores - WSCOM

menu

Futebol

26/04/2011


Fla tem recepção murcha em Fortaleza

SEM TORCIDA

Foto: autor desconhecido.

O voo que chegou ao Aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza, na noite desta segunda-feira, não trouxe Ronaldinho Gaúcho, estrela da companhia, nem Léo Moura, que sempre é um dos mais festejados pela torcida. Lesionados, os dois ficaram no Rio. Ou foi pela ausência dos ídolos ou pelo episódio na última viagem à capital cearense (o time saiu direto pela pista), fato é que o número de torcedores que aguardavam o time no saguão não chegou a 50 pessoas. Os curiosos, policiais e seguranças eram maioria. Cena raríssima no nordeste.

Na última vez que esteve em Fortaleza com o time completo, no dia 15 de março, para enfrentar o Fortaleza pela segunda fase da Copa do Brasil, jogadores e comissão técnica embarcaram num ônibus direto na pista do aeroporto, e, por orientação da segurança, deixaram o local por uma saída lateral para evitar transtornos. Na ocasião, cerca de 500 torcedores aguardavam no saguão.

– Não vieram Ronaldinho, Léo Moura, Maldonado… A última vez o saguão estava lotado – afirmou o torcedor Paulo Anderson, que estava na chegada do time em março e marcou presença nesta segunda-feira à noite.

A polícia da capital reforçou o efetivo, seguranças particulares foram contratados e o chefe da segurança do Flamengo, José Pinheiro, esteve no saguão antes do desembarque para ver a movimentação. Quando percebeu que eram poucos torcedores, deu aval para os jogadores atravessarem o saguão. Quase na chegada ao ônibus, David Braz chegou a parar para dar autógrafos e tirar fotos.

– Bota o time pra cima, Vanderlei. Tem que ganhar do Horizonte – gritou um dos torcedores.

Escoltada pela polícia, a delegação rubro-negra seguiu para o hotel onde ficará hospedada em Fortaleza, a 40 km de distância de Horizonte, palco do jogo nesta quarta-feira, às 21h50m (de Brasília), no Domingão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No primeiro jogo, no Rio, empate por 1 a 1. Igualdade em 0 a 0 classifica o time cearense, a partir de 2 a 2, quem passa é o Fla. Se o resultado se repetir, a decisão de quem passa às quartas sairá nos pênaltis.

Notícias relacionadas