CD 'Os Pássaros' será lançado sexta no Jardim Botânico - WSCOM

menu

Entretenimento

31/03/2006


CD 'Os Pássaros' será lançado

Com temas ligados a cultura de paz, sexualidade e educação ambiental a ONG Apôitchá lançará nesta sexta-feira, dia 31, o CD Os Pássaros que traz uma misturas de ritmos regionais, que vão do coco de roda passando pelo maracatu até o rap embolada, a partir das 15h30 no auditório do Jardim Botânico de João Pessoa dentro da programação do Poesia Ecológica Encenda.

Durante o lançamento do CD, resultado da oficina de música supervisionada pelo educador Abraão Sousa de Carvalho, haverá a apresentação do Grupo de Percussão e Voz da ONG e a participação do grupo de dança Tap Arretado e de teatro Vagalumes, resultados de oficinas ministradas na Apõitchá. A ONG é uma associação de Apoio ao Trabalho Cultural, Histórico e Ambiental (APôitchá) formada por jovens profissionais das áreas de educação, comunicação, psicologia e artes.

Com sua sede situada no município de Lucena a 50 km de João Pessoa, a ONG foi criada em 2001 com o objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da infância e juventude do município do litoral do paraibano. Inicialmente a ONG era um núcleo regional da APAN – Associação Paraibana dos Amigos da Natureza, existente em João Pessoa há 25 anos, mas logo passou a ONG desenvolvendo trabalhos com a comunidade de Lucena.

O termo Apôitchá remete a “ a pois tá”, uma expressão usada para confirmar algo pelos moradores da cidade litorânea. Pronunciado com o sotaque local ganha um som de “ch” junto a última silaba. Se valendo disso, a ONG usou a expressão como símbolo da valorização da cultura popular, que deu origem a sigla Apôitchá – Associação de Apoio ao Trabalho Cultural, Histórico e Ambiental.

Ao longo desses cinco anos a associação promoveu fóruns, seminários e mobilizações junto a comunidade local, produzindo a partir desses movimentos, respostas sociais coletivas para o enfrentamento das vulnerabilidades que envolvem a criança e o adolescente de Lucena.

A ONG desenvolve na comunidade os projetos Roda do Sol e Rede Participativa. O Roda do So l atende populações vulnerabilizadas pela infecção do HIV e vítimas de violência e negligência familiar. O atendimento é realizado de forma integral, com caráter de abrigo provisório e de convivência cotidiana, respondendo às demandas das crianças, adolescentes e mulheres .Atendendo hoje 23 crianças e adolescentes dos 5 meses aos 18 anos, o projeto promove por meio do trabalho educativo em educação infantil para os bebês, oficinas educativas para as crianças e adolescentes que estão em idade escolar, além de atendimento psicopedagógico. para todos, incluindo os pais e mães. A Apôitchá conta também com uma sala de leitura, único espaço da cidade de Lucena onde a população tem acesso a livros, bem como a brinquedoteca. A ONG é referência local para educação, saúde, assistência e justiça.

Já o Rede Participativa visa contribuir para o desenvolvimento das capacidades de pensar, criar, dialogar, e expressar-se através de diferentes linguagens. Atendendo a cerca de 215 jovens, o projeto traz como principais estratégias de atuação as oficinas de linguagem, que incluem leitura e escrita, música, teatro, artesanato e jornalismo, que estimulam o exercício do olhar problematizador para a realidade. Além da temática ambiental, a cultura de paz, a sexualidade, gravidez não planejada, doenças sexualmente transmissíveis e os Direitos Humano, são temas abordados em todas as oficinas onde há produção de jornal, cd de música que são utilizados como material didático tanto pela ONG como pelas escolas.

Devido ao trabalho realizado pelo projeto Rede Participativa a Apôitchá ganhou recentemente o Prêmio Itaú Unicef 2005 em reconhecimento ao trabalho desenvolvido e as ações concretizadas pelo projeto. A premiação que existe desde 1993, acontece a cada dois anos e visa apoiar programas de organizações sem fins lucrativos da sociedade civil que trabalhem direta ou indiretamente com crianças e adolescentes. Na última edição, realizada em 2005, foram 1682 projetos inscritos e teve a Apôitchá como grande vencedora, trazendo pela primeira vez o prêmio para a Paraíba.

Notícias relacionadas