Cássio critica patrulhamento da Mídia no caso de Filha do presidente do PT de Campina Grande - WSCOM

menu

Política

04/07/2018


Cássio critica patrulhamento da Mídia no caso de Filha do presidente do PT de Campina Grande

“É muito atraso, sobra intolerância, esbanja-se mediocridade", diz tucano

Foto: autor desconhecido.

O senador Cássio Cunha Lima criticou a postura da Mídia Paraibana de ter dado destaque ao fato da funcionária Gabriela, filha do presidente do Partido dos Trabalhadores em Campina Grande, Marcio Caniello, estar lotada no seu gabinete por mérito dela.

“Gabriela, que encontra-se em licença maternidade, jamais poderia ser discriminada pela opção política partidária do seu pai, pessoa que respeito apesar das nossas divergências políticas, algo absolutamente natural numa democracia”, afirmou.

É acrescentou: “em que mundo nós vivemos onde a filiação partidária do genitor serve de patrulhamento para a vida profissional de um descendente ?”.

E finaliza: “É muito atraso, sobra intolerância, esbanja-se mediocridade.”

ENTENDA:

A filha do presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de Campina Grande, Márcio Caniello, a jovem Gabriela Toralles Caniello, trabalha no gabinete do senador Cássio Cunha Lima, que é do PSD.

Gabriela é comissionada desde o ano de 2013, na função de Ajudante Parlamentar Sênior, com salários acima dos R$ 4 mil, mais auxílios de R$ 982 para sua alimentação.

O professor Márcio Caniello foi eleito em maio de 2017, como novo presidente municipal do Partido dos Trabalhadores de Campina Grande. Márcio que já foi secretário da gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) em Campina.

 

Walter Santos

Notícias relacionadas