Casos de dengue e zika crescem e de chikungunya caem em 2018 na Paraíba, diz MS - WSCOM

menu

Paraíba

13/11/2018


Casos de dengue e zika crescem e de chikungunya caem em 2018 na Paraíba, diz MS

Foto: autor desconhecido.

Os números dos casos de dengue e vírus da zika aumentaram na Paraíba nos 10 meses de 2018 em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto o número de casos de chikungunya caíram. Os dados relacionados aos casos notificados são do Ministério da Saúde e foram divulgados nesta terça-feira (13).

A Paraíba foi um dos nove estados que apresentou aumento de mais de 200% no número de dengue. Na Paraíba, até 27 de outubro, o aumento de casos de dengue é de 214%, passando de 3.336 casos em 2017 para 10.486 no mesmo período de 2018. Neste ano, a incidência da dengue é de 260,5 casos/ 100 mil habitantes.

Para zika, o aumento é de 196%, passando de 108 casos em 2017 para 320 em 2018, com incidência de 7,9 casos/100 mil habitantes. Já em relação à chikungunya, houve redução de 43%, passando de 1.638 casos em 2017 para 929 neste ano com incidência de 23,1 casos/100 mil habitantes.

O coordenador da Sala Nacional de Controle do Aedes Aegypti, José Braz, explicou que esse aumento se dá por vários fatores, mas que não é possível determinar especificamente um motivo real, tendo em vista que o aumento dos vetores se dá diretamente ao nível de envolvimento da população combate desse mosquito.

“Depende de fatores climáticos, apesar de ser o mesmo vetor, depende da temperatura. Vamos fazer uma análise epidemiológica, é preciso ser feito um estudo mais aprofundado. Susceptibilidade da população e predominância do vírus no local são alguns dos motivos para esses aumentos”, explicou.

Ainda de acordo com José Braz, o ideal seria termos vacinas, que estão em fase de estudo, mas que o foco das ações no momento são no combate ao vetor. “Estamos convocando a participação de todos nesse trabalho que é fundamental”, explicou.

Fonte: G1 PB