Casal suspeito de participação em ataque ao presídio PB1 é preso em Campina Grande - WSCOM

menu

Policial

22/10/2018


Casal suspeito de participação em ataque ao presídio PB1 é preso em Campina Grande

Foto: autor desconhecido.

Um casal foi preso na manhã desta segunda-feira (22) acusado de ter participado do ataque à Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes, o PB1. Luciene Benedito dos Santos, 30 anos, foi presa em Campina Grande. Já Wellington Santana Martins, de 34 anos foi preso no município de Santa Terezinha.

Os dois teriam relação com a quadrilha especializada em assalto a bancos pelo nordeste chefiada por Romarinho, preso após assaltar um carro-forte na Paraíba e que teria motivado o ataque à unidade prisional, e também com o grupo que foi preso em um flat na orla de João Pessoa horas depois da ação criminosa.

LEIA TAMBÉM: Dois fugitivos do PB1 são recapturados em casa de luxo no Rio Grande do Norte

A fuga em massa do PB1 aconteceu na madrugada do dia 10 de setembro. Um grupo de criminosos atirou nas guaritas da unidade e, na sequência, explodiu o portão principal do presídio. Segundo as investigações, o foco central da ação era o preso Romário Gomes Silveira, que tinha sido detido por integrar uma quadrilha especializada em ataque a bancos e carros-fortes. Os outros detentos acabaram se aproveitando do momento e 92 saíram do local.

De acordo com as informações do Portal da Cidadania do governo do estado, onde está disponível a lista de presos procurados, 40 homens ainda estão foragidos.

Portal WSCOM com informações do Portal Paraíba.

Notícias relacionadas