Casal de leões faz crescer o número de visitantes na Bica - WSCOM

menu

Paraíba

14/03/2006


Casal de leões faz crescer

A bilheteria do Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica) registrou um aumento significativo neste final de semana, com a chegada dos dois leões vindos da cidade de Marabá (PA). Os animais chegaram na sexta-feira (10) e já no sábado (11) o número de visitantes aumentou visivelmente, se comparado à média dos últimos meses. As últimas aquisições do Parque tinham sido um veado-catingueiro fêmea e uma anta, em meados do ano passado.

O casal de leões, que foi apreendido por maus tratos num circo na cidade de Tucuruí (PA), chegou à Bica em boas condições de saúde e já apresenta sinais de boa adaptação. Somente a fêmea vai precisar de cuidados especiais, pois quando foi capturada há dois anos pelo dono do circo, teve os quatro dentes caninos serrados, o que causou problemas nas gengivas, provocando dor e dificuldade para mastigar os alimentos.

Eles comem cerca de seis a sete quilos de carne e vísceras por dia. Toda a alimentação e ração dos animais do zôo é custeada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), que realizou, ainda no ano passado, licitação para a escolha das empresas fornecedoras de frutas, verduras e carnes.

Acasalamento – A vinda dos bichos, custeada por uma parceria firmada entre o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) do Pará e a Companhia Vale do Rio Doce, foi motivada pela necessidade da companhia de um macho para a leoa ‘Dara’, solitária há um ano, quando morreu seu companheiro de jaula. De acordo com informações do chefe da Divisão de Zoológico do Parque, Thomaz Pires, já houve o acasalamento do recém-chegado com a leoa. Ele informou que não há problema em se ter um macho e duas fêmeas. “O contrário é que seria complicado”, avaliou.

Notícias relacionadas