Cartaxo admite que pode deixar PT e confirma convites para ingressar no PSB - WSCOM

menu

Política

16/08/2005


Cartaxo admite que pode deixar

Após 14 anos filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) em João Pessoa, o vereador e atual líder do governo na Câmara Municipal de João Pessoa, Luciano Cartaxo, admitiu agora há pouco que poderá deixar as hostes petistas. Cartaxo disse que está avaliando essa possibilidade e confirmou convite de alguns integrantes do PSB para ingressar nos quadros do partido.

“Estamos avaliando a possibilidade de deixar o PT. A conjuntura política nacional, sobretudo a crise política é grave e exigimos que todos os fatos sejam apurados rigorosamente”, disse o parlamentar. Para Luciano Cartaxo, a apuração das inúmeras denúncias que envolve o partido dos trabalhadores é de fundamental importância e quando nós vemos figuras do porte do senador Cristovam Buarque, um dos petistas históricos tomar a decisão de sair do PT é um sinal evidente que “a coisa tá feia”, esclareceu.

Cartaxo disse ainda que por enquanto está em fase de avaliação. “Só daqui há algum tempo é que tomaremos uma posição”. O líder do governo na Câmara de João Pessoa também questionou o fato do PT ainda não ter expulsado dos seus quadros o ex-tesoureiro do partido, Delúbio Soares. “Só o afastamento do Delúbio é muito pouco, o correto seria a expulsão”, sentenciou Luciano Cartaxo.

O vereador petista milita no partido desde 1991, ano em que se filiou ao PT de João Pessoa. Até bem pouco tempo quando havia várias tendências internas no partido dos trabalhadores, Luciano Cartaxo integrava a DR (Democracia Radical), ala que também abrigava o ex-presidente da executiva nacional do PT, José Genoíno.

Notícias relacionadas