Carlos Magno diz que governador criou dados falsos para não apoiar São João de C - WSCOM

menu

Política

27/04/2011


Carlos Magno critica Ricardo Coutinho

São João

Foto: autor desconhecido.

O repasse de investimentos do Estado para o São João de Campina Grande continua sendo o principal ponto de atrito entre Ricardo Coutinho e a Prefeitura do município. Após declarações de Veneziano Vital, na manhã desta quarta-feira, 27, o coordenador de Comunicação, Carlos Magno, também falou sobre o assunto.

Segundo o secretário, o Governo do Estado criou índices fictícios em relação à saúde e à educação de Campina para usar como “cortina de fumaça e esconder a negativa que o governador deu ao prefeito Veneziano em relação ao patrocínio ao Maior São João do Mundo”.

Carlos Magno destacou que o governador já decidido a não patrocinar o evento, arquitetando a criação dos índices para “tirar o verdadeiro foco da audiência com o prefeito Veneziano, que era o de debater, civilizadamente, parcerias para Campina, a exemplo da participação do Governo do Estado no São João”. Porém, de acordo com o coordenador, não foi isso o que ocorreu.

“No meio da audiência, enquanto Veneziano apresentava as propostas de parceria, Ricardo puxou um documento de uma pasta contendo números que ninguém sabe de onde ele tirou, pois no documento não há referência às fontes”, explicou.

Ainda sobre a postura de Ricardo Coutinho, Carlos Magno voltou a lamentar que o Governo continue irredutível em relação ao Maior São João do Mundo e que, além da decisão de não apoiar o evento este ano, queira criar factóides para confundir a opinião pública: “Mas a população de Campina, que é inteligente e politizada, não se deixa levar por essa onda criada pelo governador e seus auxiliares”.

“O povo se questiona por que o governador, que teve uma atenção tão grande da cidade na última eleição, dando-lhe dois terços dos votos válidos, se vê traída no primeiro momento em que precisa de seu apoio”, disse.

Finalizando, o coordenador falou que o governador e seus auxiliares devem explicações à cidade sobre o porquê de não apoiar o São João campinense: “Ao invés de os auxiliares de Ricardo estarem ligando para as emissoras de rádio de Campina para atacar a cidade e seu prefeito, deveriam explicar à população porque não atenderam ao anseio de Campina em ter o apoio do Governo do Estado ao seu principal evento turístico”.

 

Notícias relacionadas