Campinense precisa vencer o Ferroviário para subir de divisão - WSCOM

menu

Futebol

09/07/2018


Campinense precisa vencer o Ferroviário para subir de divisão

Foto: autor desconhecido.

Com expectativa de um estádio Amigão completamente lotado, o Campinense recebe o Ferroviário logo mais, às 19h, para tentar o que o rival Treze conseguiu ontem: o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro de 2019.

A partida desta segunda-feira (09) tem validade pela segunda rodada das quartas de final da Série D 2018. Paraibanos e cearenses decidem qual time vai ser o quarto semifinalista da competição. São José-RS, Treze e Imperatriz-MA estão aguardando de camarote.

Para a peleja, o técnico Ruy Scarpino promete escalar a Raposa ofensivamente, uma vez que o Rubro-Negro precisa vencer por dois ou mais gols de diferença se quiser resolver a parada durante os 90 minutos.

Como perdeu o jogo de ida, em Fortaleza, na semana passada, por 3 a 2, caso o Campinense devolva a vitória simples, com margem de apenas um gol, a decisão vai para os pênaltis.

Scarpino vai contar com o retorno do lateral direito Alex Murici, que cumpriu suspensão na primeira partida. O centroavante Rodrigo Silva, que continua tratamento intensivo no tornozelo direito, segue como dúvida até momentos antes de a bola rolar.

Já o atacante Eduardo, com lesão de grau 2 na coxa direita, está vetado pelo Departamento Médico.

A grande arma raposeira é o atacante Danillo Bala, autor do segundo gol rubro-negro no Castelão. Ele recebeu proposta irrecusável do futebol europeu, estava com passagem comprada para a Macedônia e deixaria o Brasil na última quarta-feira.

Mas a diretoria entrou em acordo com o empresário do atleta e o camisa 11 permaneceu no clube para o importante compromisso desta noite.

A dúvida de Ruy Scarpino para a partida desta segunda é a entrada ou não do meia Marcinho, que foi bem no jogo de ida. O treinador pode sacar o volante Gustavo Henrique e escalar o time com dois meias, ou mesmo trocar Thiago Potiguar por Marcinho.

Ferroviário-CE

Visitante indigesto nessa Série D, com três vitórias e dois empates atuando longe de Fortaleza, o Ferroviário do técnico Marcelo Vilar quer se aproveitar desse bom retrospecto para não fazer o time se acomodar com a vantagem de poder empatar.

Para o confronto decisivo, o treinador vai contar com o retorno do atacante Luis Soares, livre de suspensão. Ele será o substituto natural de Juninho Quixadá, que tomou o terceiro cartão amarelo na partida de ida.

O centroavante Edson Cariús, recuperado de incomodo muscular, está confirmado na equipe.

Arbitragem

O experiente Luiz Flavio de Oliveira, da FIFA, apita Campinense x Ferroviário. Ele vai contar com as assistências de Danilo Ricardo Simon Manis, também da FIFA, e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa. O trio é de São Paulo.

Prováveis escalações

Campinense: Jeferson, Alex Murici, William Goiano, Rafael Jansen e Zeca; Jorginho, Felipe Macena, Marcinho e Thiago Potiguar. Danillo Bala e Denilson. Técnico: Ruy Scarpino.

Ferroviário: Gleibson; Lucas Mendes, Luis Fernando, André Lima e Sávio; Mazinho, Janeudo e Leanderson; Esquerdinha, Luis Soares e Edson Cariús. Técnico: Marcelo Vilar.