Campanha Salarial 2008 dos comerciários foi - WSCOM

menu

Economia & Negócios

24/05/2008


Campanha Salarial 2008 dos comerciários

A data base dos comerciários é 1º de julho, mas o Sindicato dos Comerciários da Grande João Pessoa já começa a movimentação em torno de melhorias para a categoria neste sábado (24), quando lança oficialmente a Campanha Salarial 2008. Um café da manhã, a partir das 7h00, no Parque Sólon de Lucena, em frente à loja Esplanada foi à ação escolhida para o ponta-pé inicial da campanha que este ano vem com muitas novidades, incluindo ações de utilidade pública que estão sendo definidas pela direção do Sindicato. Uma grande mesa, com frutas, biscoitos, torradas e sucos, entre outros itens será montada no local e ficará à disposição dos comerciários até as 8h30.

“O café da manhã já é uma ação tradicional, tanto que fazemos isso há três anos e vem dando certo, porque une mais a categoria, mobiliza, chama atenção para a causa de uma forma prazerosa. Já as ações de utilidade pública foram inseridas pela primeira vez no ano passado, quando fizemos distribuição de preservativos e coleta de sangue, é devido ao sucesso e repercussão, estamos estudando outras formas de inserir o sindicato e seus associados em ações de responsabilidade social”, argumenta o presidente do Sindicato dos Comerciários da Grande João Pessoa, Rogério Braz de Oliveira.

O dirigente sindical lembra que a pauta de reivindicação da campanha salarial deste ano só será elaborada pelos próprios profissionais, em conjunto, durante assembléia da categoria – que acontecerá no próximo dia 30, na sede do Sindicato, às 19h00. A entidade fica na Rua General Osório, Centro. A princípio, acrescentou Rogério Braz, “é nosso pensamento não apenas manter, mas ampliar as cláusulas sociais conquistadas, lutar pela redução da carga horária e por um ganho real nos salários”. Atualmente, o piso da categoria é de R$ 475,00. O slogan da Campanha 2008 ficou “É hora de ampliar nossas conquistas”.

Os trabalhadores do comércio obedecem a uma carga de oito horas diárias, no limite de 44 horas semanais. O que exceder esse tempo é calculado como hora-extra, que no caso da categoria é um acréscimo de 80%. O Sindicato, junto com a CUT (Central Única dos Trabalhadores) quer reduzir de 44 horas semanais para 40 horas. “Essa é uma luta nacional, porque essa redução de tempo de serviço vai gerar mais empregos e é um dos principais motes da Campanha 2008”, reforça o presidente do Sindicato dos Comerciários da Grande João Pessoa. A entidade congrega cerca de 16 mil comerciários da região que inclui municípios vizinhos como Cabedelo, Bayeux, Santa Rita, Conde e Jacumã e, ainda, algumas cidades do Litoral Norte, como Lucena, Baía da Traição, Mamanguape e Rio Tinto.

Notícias relacionadas