Câmara Municipal de JP pode ser a primeira sustentável do país - WSCOM

menu

Paraíba

27/04/2017


CMJP pode ser a 1ª sustentável do país

PIONERISMO

Foto: autor desconhecido.

A Câmara de Vereadores de João Pessoa pode se tornar a primeira Câmara Municipal sustentável do país. Com a consultoria da professora Claudiana Maria da Silva Leal, a Mesa Diretora da Casa deu início a um estudo para contribuir com o meio ambiente, ao mesmo tempo que irá gerar economia para os cofres da Casa, em uma iniciativa pioneira.

A professora Claudiana esteve na quarta-feira (26) na Casa Napoleão Laureano, visitando as instalações e sugerindo as primeiras iniciativas ao presidente Marcos Vinícius (PSDB). O vereador Bosquinho (PSC) e o diretor legislativo Rodrigo Neto acompanharam a visita.

“É importante fazer um estudo completo para poder definir como encaminhar melhor as iniciativas”, ponderou Claudiana, engenheira civil, doutora em desenvolvimento sustentável que fez de sua própria residência, um modelo de sustentabilidade ao instalar um sistema de reutilização de água.

Inicialmente, o estudo deverá apontar ações em três frentes: reuso de água, economia de energia e gestão de resíduos. “Somente o reuso da água que cai da chuva, e dos condicionadores de ar, nos vasos sanitários, por exemplo, já geram uma economia que chega a 40%”, aponta a gestora.

Para ela, uma campanha entre os funcionários do uso racional da energia elétrica, bem como a possibilidade de aproveitar mais a luz natural também fazer a conta de energia baixar. “Só essa conscientização já gera economia”, aponta a consultora, que elogiou algumas iniciativas que a Câmara possui, como torneiras com ¼ de volta, cuja vazão é menor que as torneiras comuns, e corredores com telhados de policarbonato transparente, aproveitando mais a luz do sol, e menos a elétrica.

O presidente do Legislativo Municipal, vereador Marcos Vinícius (PSDB), acredita que, através da iniciativa, a Câmara dá o bom exemplo. “Além de gerar uma economia para nossa Casa, a gente espera estimular a população a adotar práticas sustentáveis e cuidar melhor do nosso planeta”, afirmou.

Notícias relacionadas