Câmara de Campina rejeita criação de secretaria e aprova empréstimo para Sefin - WSCOM

menu

Economia & Negócios

16/08/2005


Câmara de Campina rejeita criação

A Câmara Municipal de Campina Grande rejeitou na sessão da manhã desta terça-feira projeto do Poder Executivo que propunha a criação da Secretaria de Ciência e Tecnologia. Dos 13 vereadores presentes, sete votaram pela reprovação da matéria (Nelson Gomes Filho, Paulinho da Caranguejo, Jóia Germano, Marcos Raia, João Dantas, Ivan Batista e Ivonete Ludgério) e cinco foram favoráveis (Paulo de Tarso, Pimentel Filho, Peron Japiassu, Olimpio Oliveira e Walter Brito Neto, que é de oposição).

O professor Emir Candeia, indicado para assumir a secretaria, acompanhou toda a votação. A vereadora Ivonete Ludgério justificou seu voto, na tribuna, afirmando que a partir daquele momento votaria contra qualquer projeto de iniciativa do Executivo, independente do teor, sob o argumento de que estava solidária aos professores do município, que estão em greve.

Ainda na sessão de hoje, a Câmara aprovou projeto do Executivo que autoriza empréstimo de R$ 6 milhões e 700 mil, objetivando a informatização da Secretaria de Finanças, através do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Também foi aprovada a abertura de crédito especial, no valor de R$ 28 mil, destinado ao Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (IPSEM).

Notícias relacionadas