Cadetes do Corpo de Bombeiros são capacitados para reforçar prevenção aquática - WSCOM

menu

Paraíba

22/10/2018


Cadetes do Corpo de Bombeiros são capacitados para reforçar prevenção aquática

Foto: autor desconhecido.

Teve início, nesta segunda-feira (15), a capacitação de salvamento aquático de 29 cadetes do primeiro ano do Curso de Formação de Oficiais, do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CFO/CBMPB). Os alunos passarão, durante toda esta semana, por instruções especializadas de atendimento pré-hospitalar de vítimas de afogamentos, morfologia das praias e técnicas de salvamento com embarcações – entre outras.

Conforme o subcomandante do Batalhão de Busca e Salvamento do CBMPB, major Arthur Vieira, após esse Treinamento de Salvamento Aquático (TSA) os cadetes estarão aptos para atuar como guarda-vidas nos finais de semana e feriados, reforçando o efetivo da corporação empregado nesse tipo de serviço. Ele explicou que, já durante a formação, os cadetes têm uma carga horária voltada para estágios práticos na área bombeirística.

A previsão é que, até dezembro, quando terá início a Operação Verão, os alunos dos demais cursos internos em andamento da corporação – a exemplo do de Formação de Soldados, Cabos e o de Habilitação de Oficiais – passem pelo mesmo treinamento de salvamento aquático. O objetivo é preparar o efetivo para o reforço da prevenção no período de férias, em que a movimentação de banhistas é maior nas praias do litoral paraibano.

Ainda dentro das ações do Corpo de Bombeiros visando a redução dos índices de afogamento, estão abertas as inscrições gratuitas para o Surf Salva, voltado para capacitar surfistas na área de salvamento aquático. Até o momento, há nove inscritos na qualificação, que disponibiliza 11 vagas restantes. Os interessados podem acessar o site da corporação, no endereço bombeiros.pb.gov.br, e preencher a ficha de inscrição.

O Surf Salva será realizado no dia 27 deste mês, na praia de Intermares – no município de Cabedelo. O curso segue currículo com padrão nacional, aprovado pela Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa). O objetivo do projeto é capacitar os surfistas da região para realizar resgastes em meio aquático e fornecer os primeiros atendimentos às vítimas de afogamento.

Notícias relacionadas