Bush volta a ameaçar Irã sobre armas nucleares - WSCOM

menu

Internacional

19/06/2006


Bush volta a ameaçar Irã

Depois de semanas de cautela, presidente dos Estados Unidos alertou o Irã sobre manutenção do programa nuclear.

O presidente George W. Bush disse que o Irã enfrentará ações internacionais progressivamente mais fortes caso se recuse a suspender o seu processo de enriquecimento nuclear.

Num discurso na Academia de Marinha Mercante de Nova York, o presidente Bush deixou claro que ele quer que o Irã responda à proposta feita para que o país paralise o enriquecimento.

Depois de semanas de esforços diplomáticos e cautela dos americanos, o presidente Bush voltou a aumentar a pressão sobre o Irã.

O governo Bush esteve aguardando a resposta do governo iraniano, mas como o Irã não respondeu, Bush voltou a alertar o país para as possíveis conseqüências de seguir trabalhando em seu programa atômico.

O presidente americano afirmou que armas nucleares nas mãos do regime iraniano representariam uma séria ameaça para todos os países e que a recusa do país em aceitar a oferta causará conseqüências diante do Conselho de Segurança da ONU, isolamento e progressivamente, outras sanções políticas e econômicas.

Bush segue agora para Viena onde participará de uma reunião de cúpula entre os Estados Unidos e a União Européia, que certamente terá o Irã como um de seus principais assuntos.

Bush afirma que quer resolver a situação diplomaticamente. Contudo, alertou que os iranianos têm semanas, e não meses, para responder.

Seus últimos comentários sugerem que a sua paciência está se esgotando.