Bush chega de surpresa a Bagdá - WSCOM

menu

Internacional

13/06/2006


Bush chega de surpresa a

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, chegou hoje de surpresa a Bagdá, em uma visita mantida no mais estrito sigilo, para se reunir com o novo primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, e com as tropas americanas.

Segundo informou hoje a Casa Branca, ao confirmar a chegada de Bush, o presidente permanecerá mais de cinco horas no país árabe.

Os preparativos da visita foram realizados no mais absoluto hermetismo, e o próprio primeiro-ministro iraquiano soube da chegada de Bush poucos minutos antes de esta acontecer.

Acompanham o presidente, entre outros, seu chefe de Gabinete, Josh Bolten; seu conselheiro de Segurança Nacional, Stephen Hadley, e seu porta-voz, Tony Snow.

Esta é a segunda visita do presidente ao Iraque desde o começo da guerra, em março de 2003. Em novembro daquele ano, ele foi, também de surpresa, ao país para passar o dia de Ação de Graças com os soldados americanos.

Segundo a agenda oficial, o presidente deveria continuar hoje uma sessão de trabalho em Camp David, no estado de Maryland, com seus principais assessores militares e civis para avaliar o futuro do Iraque após a posse do novo Governo e a morte do terrorista Abu Musab al-Zarqawi, líder do grupo Al Qaeda no país árabe.

A agenda oficial indicava que Bush participaria hoje de uma teleconferência com seus assessores e com as principais autoridades iraquianas.

Antes da chegada de Bush, o aeroporto de Bagdá fora completamente fechado ao tráfego e às pessoas com o argumento da chegada de “uma importante personalidade”, disse a “CNN”.

Notícias relacionadas