Busca por curso de Psicologia teve aumento de 25% - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

07/06/2018


Busca por curso de Psicologia teve aumento de 25%

O estudo de comportamento e questões sociais estão entre os interesses nesta área

Foto: autor desconhecido.

A busca pelo curso de Psicologia tem aumentado nos últimos tempos. Muitos jovens que pensam em ingressar na primeira graduação cogitam a possibilidade de ingressar no curso que ocupa o 8º lugar na lista do SISU 2018 dos cursos mais procurados, além de ser o 12º com a maior abrangência de concorrência, segundo dados no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Dados mais recentes do Censo da Educação Superior apontam que, entre os anos de 2012 a 2016, o número de estudantes em Psicologia cresceu 25,8%. Esse número é superior ao de cursos como Engenharia (1,2%), Direito (14,5%), Administração (17,2%) e Pedagogia (19,7%).

Levantamento do site de bolsas de estudo Educa Mais Brasil confirma o crescimento do curso de Psicologia, que está entre os 10 mais procurados para inscrição. Para os especialistas na área, o aumento da procura pelo curso é consequência das inúmeras mudanças que o país tem vivido, como as questões políticas, econômicas e sociais. A transparência nas escolas em abordar temas e propor debates sobre questões comportamentais e emocionais dos alunos também vem ajudado muitos futuros psicólogos a olharem com outros olhos este curso.

A estudante do curso de Psicologia Sabrina Santos ingressou este ano na graduação e ressalta que, dos colegas de sala do Ensino Médio, três também optaram por Psicologia. “Eu sempre gostei de ajudar as pessoas. Gosto de tentar entender o comportamento delas. Se a gente cuidar da saúde metal, poderíamos evitar momentos de loucuras que todo mundo do tem e evitar transtornos de pânico, fobias, estresse, bipolaridade e muitas outras questões. O curso tem me feito ver tudo isso de maneira madura e leve”, pontua.

O investimento médio para cursar Psicologia é de R$ 1 mil e R$ 1,5 mil. Uma opção para que a mensalidade caiba no bolso é contar com apoio de programas de bolsa de estudo, como o Educa Mais Brasil, que oferece até 70% de desconto. Para se inscrever é preciso acessar o site http://www.educamsibrasil.com.br/wscom.