Buratti reafirma à CPI que Palocci recebia propina em Ribeirão Preto - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

25/08/2005


Buratti reafirma à CPI que

O advogado Rogério Buratti reafirmou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos o conteúdo do depoimento que prestou ao Ministério Público de São Paulo.Buratti acusou o ministro da Fazenda Antonio Palocci de ter recebido propina quando era prefeito de Ribeirão Preto (SP). Segundo Buratti, Palocci recebia R$ 50 mil por mês da empresa Leão&Leão, responsável pela coleta de lixo e entulho na cidade. Em entrevista coletiva, Palocci negou veementemente a informação.

Sem apresentar provas, Buratti disse que as investigações poderão comprovar suas afirmações. “O meu depoimento em Ribeirão Preto é a expressão da verdade que eu conheço”.

Buratti disse, no entanto, que nunca viu Palocci participar de reunião que tratasse de propina com a Leão&Leão. “Nenhuma empresa faz uma contribuição, nem pequena, nem grande, sem que saibam o prefeito ou o secretário”, disse. Segundo ele, as licitações com a empresa de lixo não foram fraudadas na gestão de Palocci em Ribeirão Preto.

Notícias relacionadas