Bruno define tônica da oposição em 2018 e aponta solução para imbróglio em candidaturas - WSCOM

menu

Política

16/02/2018


Bruno define tônica da oposição em 2018 e aponta solução para imbróglio em candidaturas

Ele ainda reiterou a sua opinião sobre o cenário das oposições visando as eleições de 2018

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Bruno Cunha Lima (PSDB), definiu qual será a linha de debate do grupo na Casa a partir da abertura dos trabalhos, ocorrido nesta quinta-feira (15). Segundo Bruno, os opositores irão mostrar a realidade vivida pelos paraibanos, e as dificuldades encontradas principalmente na segurança.

“Iremos mostrar o que nós passamos. A insegurança pública que vivemos na Paraíba, o interior do estado sobretudo, vive um banditismo exacerbado. A Paraíba tem provado da ineficiência e do descuidado do governador e da sua equipe de segurança”, declarou.

Bruno ainda reiterou a sua opinião sobre o cenário das oposições visando as eleições de 2018. Segundo o líder, a definição do grupo deve ser fechada até o fim deste mês.

“O momento oportuno não é tanto ao céu nem ao mar. Nem tanto perto do prazo de desincompatibilização, nem formar em decisão rápida. Temos que definir a candidatura das oposições até o fim de fevereiro”, destacou.
Por fim, ele abriu a possibilidade de apoiar qualquer candidatura entre os opositores. De acordo com o tucano, múltiplas candidaturas dentro do grupo seriam, inclusive, uma solução em torno do impasse vivido nos últimos meses.

“Como militante do partido, vejo com excelentes olhos a hipótese de Romero ser candidato, mas preciso reafirmar, que não sendo ele, marcho pela candidatura de Luciano Cartaxo. Quando cogitei a possibilidade de mais de uma candidatura nas oposições, metade da imprensa quase enfartou e outra metade enfartou. Não apenas acho que não pode ser um veneno como pode ser uma solução uma ou mais candidaturas pela oposição”. Finalizou.

Notícias relacionadas