Brasiliense bate Ponte e transfere marca negativa ao rival - WSCOM

menu

Mais Esporte

21/08/2005


Brasiliense bate Ponte e transfere

O Brasiliense transferiu um recorde negativo para a Ponte Preta ao vencer o adversário por 4 a 0, na tarde deste domingo, em Taguatinga, pela 21ª rodada do Brasileiro. André Turatto, Igor, Iranildo e Róbston fizeram os gols da partida.

Com o resultado, a equipe do Planalto Central, que não vencia havia oito jogos, deixou a condição de ser o time que não ganhava há mais tempo no campeonato com a Ponte, que agora está há seis partidas sem vencer.

Depois de liderar o campeonato por oito rodadas, a Ponte Preta empatou um jogo e perdeu os últimos cinco, contando com a derrota deste domingo. Com o resultado, a equipe campineira ficou com os mesmos 33 pontos, mais longe do grupo dos quatro primeiros que se classificam para a Libertadores.

Já o Brasiliense ganhou seu primeiro jogo depois de oito partidas sem vitória. A última tinha sido contra o Goiás, no dia 16 de julho, há mais de um mês. Depois disso, o time empatou sete jogos e perdeu um. Com a vitória deste domingo, a equipe foi a 25 pontos e se afastou um pouco mais da zona do rebaixamento.

O Brasiliense vai tentar manter o embalo na próxima quarta-feira, contra o Vasco, no Rio de Janeiro, às 20h30. Já a Ponte vai buscar a reabilitação contra o Atlético-PR, em Campinas, no mesmo dia, às 19h30.

O jogo

O Brasiliense deu o primeiro susto logo aos 2min. Iranildo cobrou falta da entrada da área, mais pela esquerda, e a bola passou rente à trave esquerda do goleiro Lauro.

O time da casa jogava melhor e quase abriu o placar aos 8min. Numa bola cruzada pelo alto da esquerda, Oséas aproveitou a sobra quase na pequena área e chutou, mas Lauro se esticou para espalmar a bola, salvando a Ponte Preta.

O time visitante acordou no jogo e chegou com perigo aos 24min. Bruno chutou da entrada da área, a bola desviou na zaga do Brasiliense e enganou o Eduardo, que caiu para o lado esquerdo. Para a sorte do goleiro, que já estava batido no lance, a bola foi para fora, passando rente à sua trave direita.

Aos 33min, a Ponte Preta quase abriu o placar. Evando recebeu cruzamento pelo alto da esquerda e cabeceou. O goleiro Eduardo espalmou a bola, que ainda tocou no travessão antes de sair pela linha de fundo.

Mas o Brasiliense voltou a jogar melhor e abriu o placar aos 46min. Na cobrança de escanteio da direita, André Turatto cabeceou, a bola bateu na trave direita, quicou em cima da linha e o volante Éverton afastou, mas o árbitro confirmou gol, alegando que a bola já tinha entrado.

Os jogadores da Ponte Preta foram para o vestiário no intervalo reclamando muito, alegando que a bola não teria entrado. Mas logo aos 7min do segundo tempo, o Brasiliense fez mais um gol para acabar com a “choradeira” do adversário. Igor, que entrou no lugar de Oséas, recebeu cruzamento pelo alto da direita e cabeceou na saída de Lauro, colocando a bola no canto direito do goleiro.

O Brasiliense dominava o jogo. Aos 25min, Igor foi puxado dentro da grande área e o árbitro deu o pênalti. Depois de reclamar muito da marcação, Thiago Matias recebeu cartão amarelo, e, em seguida, foi expulso. Na cobrança, já aos 27min, Iranildo chutou à meia altura, no canto direito de Lauro, que caiu para o lado oposto.

Aos 43min, o Brasiliense fez o quarto. Na cobrança de escanteio da esquerda, Igor cabeceou no segundo pau para o meio da área e Róbston empurrou para o gol vazio.

Com um jogador a mais, o Brasiliense só tocou a bola e não teve nenhuma dificuldade para administrar o resultado até o final da partida.

BRASILIENSE

Eduardo; Dida, Jairo, André Turatto e Mário Careca; Dida, Pituca, Vampeta e Iranildo (Tiano); Alex Oliveira (Róbston) e Oséas (Igor)

Técnico: Joel Santana

PONTE PRETA

Lauro; Rissutt, Ângelo, Thiago Matias e Bruno; Galeano, Éverton, Luciano Santos (Carlinhos) e Danilo (Gabriel); Evando (Isaías) e Kahê

Técnico: Zetti

Local: estádio Serejão, em Taguatinga (DF)

Árbitro: Evandro Rogério Roman (PR)

Assistentes: Roberto Braatz e Gílson Bento Coutinho (ambos do PR)

Cartões amarelos: André Turatto (B), Thiago Matias (P)

Cartão vermelho: Thiago Matias (P)

Gols: André Turatto, aos 46min do primeiro tempo; Igor, aos 7min, Iranildo, aos 27min e Róbston, aos 43min do segundo tempo

Notícias relacionadas