Brasil vence Argentina no Futsal e ganha ouro que pode ser único - WSCOM

menu

Mais Esporte

28/07/2007


Brasil vence Argentina no Futsal



Brasil bateu Argentina por 4 a 1

A seleção brasileira conquistou neste sábado aquele que pode ser o único ouro pan-americano da história do futsal. A equipe bateu a Argentina por 4 a 1 e se sagrou campeã no Rio de Janeiro, em torneio que pode ser o primeiro e último da modalidade nos Jogos.

O futsal não consta na programação para a edição de Guadalajara-2011. Mas os jogadores brasileiros acreditam que os cinco dias de competição no Riocentro, sempre com ginásio cheio, possa mudar os planos da Odepa (Organização Desportiva Pan-Americana).

Embora a Argentina também possua uma base formada por jogadores que atuam no futsal espanhol, que tem a liga mais forte do mundo, seu time não foi páreo para os brasileiros na decisão. O ala Falcão teve grande exibição e marcou dois gols. O capitão Vinícius e o ala Marquinho fizeram os outros.

A última vez que as duas seleções haviam se enfrentado com seus principais atletas aconteceu há três anos, no Mundial de Taipei, e o Brasil venceu a disputa pela medalha de bronze por 7 a 4. Na segunda fase do mesmo torneio, o triunfo fora mais apertado: 2 a 1.

A seleção chegou à final embalada por uma goleada de 8 a 1 em cima da Costa Rica, com uma campanha de 22 gols em quatro jogos, enquanto os rivais sul-americanos precisaram superar o Paraguai apenas nos pênaltis.

O jogo – A partida começou da melhor maneira para os brasileiros, que conseguiram um gol com apenas quarenta segundos jogados. E foi um golaço de Falcão, que cortou em diagonal rumo à área e recebeu a assistência de Vinícius. Ele teve a rapidez de raciocino para dar um chapéu no goleiro Mandayo e completar de cabeça para o gol, quase sem ângulo.

A Argentina conseguiu melhorar sua defesa depois do baque inicial, mas, ainda assim, a o time da casa teve outras duas boas chances para ampliar. Primeiro, Falcão ficou de frente a Mandayo, mas chutou fraco para a defesa. Depois foi a vez de Ciço se ver livre na entrada da área e errar a finalização, e Vinícius errou no rebote, a 14min42 do fim.

O segundo gol a exatos dez minutos de jogo, quando, após cobrança da esquerda, Falcão aproveitou o corta-luz de Vinícius para poder chutar com liberade. Foi uma batida firme no canto direito.

A partida seguiu com pleno domínio brasileiro até o fim do primeiro tempo. O grande momento da segunda metade da etapa veio com 16 minutos disputados, quando Falcão viu o goleiro adiantado e chutou, de antes do meio da quadra, de cobertura, e a bola estourou no travessão.

O panorama não mudou na virada do intervalo. Com pouco mais de quatro minutos no cronômetro, o Brasil fez boa trama ofensiva. O ala Marquinho, na linha de fundo, passou para a trás, e Vinícius arrematou para fazer 3 a 0.

O gol argentino aconteceu a seis minutos do fim, em falha do fixo Ciço, que deixou o ala Amas sozinho na área para completar escanteio da direita.

O ala Marquinho completou o placar com uma ‘bomba’ de perna direita, com pouco menos de dois minutos no cronômetro. Ciço arriscou o chute, o goleiro rebateu, e o brasileiro soltou um forte chute no canto direito.

Notícias relacionadas