Bolsa Família realiza recadastramento em Patos para apurar irregularidades - WSCOM

menu

Paraíba

07/08/2005


Bolsa Família realiza recadastramento em

Cerca de 16 mil pessoas cadastradas como beneficiárias dos programas vinculados ao Fome Zero do governo Federal em Patos começaram a fazer um recadastramento esta semana e vai até o próximo dia 31 com o objetivo de apurar irregularidades na concessão do benefício.

De acordo com a secretária de Ação Social do Município, Elisabeth Sátiro, o objetivo é retirar cadastros fraudulentos e regularizar o programa Bolsa Família no Município que apresentou alguma irregularidade em mais de 90 por cento dos cadastros feitos na administração passada. “Nós temos 3 mil e 50 pessoas carentes cadastradas no Programa Renda Familiar Mínima da Prefeitura que não são beneficiadas pelo governo Federal e são carentes. Queremos retirar aquelas pessoas que não precisam e estão recebendo o Bolsa Família para beneficiar aquelas que estão totalmente desassistidas e realmente precisando do benefício”, enfatizou.

As equipes ficarão itinerantes, visitando as 17 regiões do município para facilitar o acesso da população ao recadastramento. Elisabeth informou que a partir de agora todos os outros programas (Bolsa Escola, Vale Gás, Bolsa Alimentação e Cartão Alimentação) serão unificados ao Bolsa Família.

O número de beneficiários do programa Fome Zero do governo Federal em Patos é considerado pequeno se comparado com os índices de pobreza verificados no Município pelo IBGE que são de 50 por cento da população urbana e 70 por cento da população rural. São 16 mil cadastros, ou seja, cerca de 16 por cento da população. O coordenador do programa Fome Zero no Município, Alexandre Nóbrega, informou que após esse recadastramento, será feita a solicitação para aumentar o número de beneficiários. “Nós queremos aumentar o número de pessoas recebendo os recursos do Bolsa Família porque o número de pessoas carentes que necessitam do programa é bem maior do que o número de cadastrados”, explicou.

Hoje e amanhã, a equipe estará no SESI para atender os bairros do São Sebastião, Vitória, Salgadinho, Nova Brasília, Dona Milindra e Placas. Na quarta-feira, dia 3, na Associação de Moradores da Vila Cavalcante para as Sete Casas e a Vila Cavalcante. Dia 4 é a vez do Centro e da Brasília, no SESI; dia 5 se recadastram a população do Alto da Tubiba e conjunto Nova Conquista, na Igraja N. S. Aparecida; de 8 a 10, na Igreja São Pedro, são os bairros do Jatobá e Monte Castelo; dia 11, a Vila Mariana, na Igreja N. S. das Dores. Dias 12 e 15, na associação do Noé Trajano, para o Jardim Europa, Juá Doce, Noé Trajano e Matadouro. Dia 16, na Escola Profissionalizante para os bairros da Vila Teimosa, Morada do Sol, Bivar Olinto e loteamento Geraldo Carvalho. Dias17 a 19, no Maria Maniçoba, para o Novo Horizonte, Jardim Lacerda, Jardim Queiroz e Belo Horizonte. Dias 22 e 23, na Igreja N. S. do Perpétuo Socorro, para a Liberdade, José Mariz, Pedro Firmino, Morro e Manoel Nascimento. Dias 24 e 25, na Igreja N.S. Aparecida, para a Redenção, Guanabara e Maternidade. Dia 26, no salão paroquial para o Santo Antônio. Dias 29 e 30 no Maria Maniçoba para as comunidades do Mucambo de Baixo, Mucambo de Cima, e Trincheiras. Dia 29, acontece ainda na escola agrícola os recadastramento para o Assentamento Campo Comprido e as comunidades Enjeitados e Serra Negra. Dia 30, ainda no Sindicato Rural para o Poço Cercado, Pilões e Pedra Branca I e finalmente dia 31 na Escola José Permínio, em Santa Gertrudes, para as comunidades Panati, Bom Jesus, São Bento, Conceição de Cima, Conceição de Baixo, Fechado, Cupiras, Sítio Santa Gertrudes, Pedra Branca II, Assentamento Integrado de Santa Gertrudes e Comunitárias Integradas de Santa Gertrudes e Patativa do Assaré.

Notícias relacionadas