Blog de WS revela nova estratégia de Ricardo Coutinho com obras impactantes na Capital - WSCOM

menu

Política

19/03/2018


Blog de WS revela nova estratégia de Ricardo Coutinho com obras impactantes na Capital

A estratégia é simples e foca nos bairros entremeada de ações básicas, como a série de 23 calçamentos iniciada no bairro Alto do Mateus

Foto: autor desconhecido.

Começou exatamente nesta segunda-feira à tarde a nova fase estratégica do governador Ricardo Coutinho, depois de todos os primeiros meses ocupando Orçamento Democrático na mais arrojada estrutura de relação entre Poder e Sociedade gerando impacto, empatia e cooptação como não se via.

O alvo bem claro e exposto a partir de agora é a cidade de João Pessoa.

A estratégia é simples e foca nos bairros entremeada de ações básicas, como a série de 23 calçamentos iniciada no bairro Alto do Mateus mas, sobretudo, Obras de Mobilidade Urbana expressiva capaz de ampliar sua performance e aceitação na Capital para outro patamar.

AVENIDAS DA MOBILIDADE

Não precisa de conversa mole nem nhem-nhem-nhem para entender a tática:

de forma continuada, a partir desta semana o Governo do Estado passa  a construir  novos estratégicos acessos (vias inexistentes que passam a compor a Mobilidade) na capital, a exemplo da nova avenida da Cidade Universitária até o Altiplano, o alargamento da avenida de Mangabeira até Valentina, o acesso alargado do GEISEL até Funcionários 4, sem contar a nova Via de acesso à João Pessoa em fase de conclusão – a tal Perimetral Sul.

OPOSIÇÃO IMBOLIZADA

Como o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, deixou a linha de frente da Oposição no Estado e na Capital esta fica sem meios de competir com a nova tática de Ricardo e isto implica, paralelamente, em ampliar a condição de prestígio e de voto do governador na principal cidade.

Isto, na prática, significa dizer que Maranhão e Cássio passam a não ter o que oferecer à população, a não ser discurso e o passado.

E se Luciano fecha com RC, aí o bicho pega muito mais para a Oposição.

UMAS & OUTRAS

…O presidente estadual do PPS, Nonato Bandeira, corre risco de perder o comando do Partido para o deputado federal Pedro Cunha Lima. É vero.

…Nonato reage mas sabe que na troca de moedas ele não tem mandato do tamanho de Pedro e Roberto Freire não morre de amores por ninguém, que não seja sua sobrevivência.

…O grupo Feliciano aposta todas as fichas na saída de RC do poder para assumi-lo e dar as cartas bem longe do que pensa o governador. Agindo assim de fato não conhecem o líder socialista. E se ele se enfezar, como se diz lá na Torre, Damiao vai correr sérios riscos. Perguntem ao ex-vereador Bira.

…Os professores das Universidades públicas andam desatentos, tanto que não veem as estratégias em curso pelo Governo Temer de privatizar o ensino de terceiro grau. E nem se esforçam para conseguir o apoio da sociedade.

ÚLTIMA

“Só eu sei/ os desertos que atravessei”…