Blog de WS expõe STF partidarizando decisões contra ex-presidente Lula - WSCOM

menu

Política

01/07/2018


Blog de WS expõe STF partidarizando decisões contra ex-presidente Lula

Foto: autor desconhecido.

No mundo internacional do Direito, longe dos interesses econômicos e institucionais de Países, há um entendimento consensual intelectual de que a Justiça brasileira, em especial o Supremo Tribunal Federal, age à base do Lawfare (uso das Lei contra algo ou alguém), ou seja, adota procedimentos legais para legitimar a mais odienta construção institucional a serviço da eliminação do maior líder político da América Latina, Luiz Inácio Lula da Silva, ao invés de zelar pela Constituição.
Pior: todas as ações orquestradas existem de uns tempos para cá com a conveniência do Congresso Nacional e não foram, nem são, suficientes para conter a liderança de Lula na vida política nacional.
Tem mais: isto acontece mesmo ele estando impedido de sair da cadeia, apesar da liberação do STF e de outras instâncias judiciais  quanto a líderes do PSDB, MDB, como Michel Temer, Aécio Neves, José Serra, Alckmin, etc.
A ORIGEM DOS MINISTROS
A questão central não é a base original de cada um dos ministros, nem a força ideológica de cada um deles, mesmo que seja importante entender, por exemplo, que Alexandre Morais tem vínculo com Michel Temer e PSDB, da mesma forma que Carlos Ayres Brito tinha com o PT, antes dele assumir o STF.
Ayres, lembrem -se, que antes de ser ministro indicado pelo ex-governador de Sergipe, Marcelo Deda, era um advogado que carregava a pasta de Lula em Aracaju.
OUTRO JEITO
Alexandre Morais mantém coerência com o pensamento MDB/PSDBbistas e vota contra o PT, ultimamente contra Lual, da mesma forma que Gilmar Mendes, aliado de FHC desde quando Advogado Geral da República.
No caso da nomeação do PT, Carlos Ayres Brito, como Joaquim Barbosa  – indicado pelo Frei Beto por ser negro formado na Alemanha em nome da Democracia (na prática virou ininverso), Rosa Webber, Edson Fachin (ex advogado dos movimentos sociais)  todos esses  passaram a ser inimigos do Estado Democrático de Direito para eliminar o PT e Lula.
Se alinharam ã instrução produzida nos EUA influenciando e criando Moro, nova geração do MPF, etc.
É tanto que, o STF está decidindo por 1 voto em favor da prisão em segunda instância – absurdo legal inaceitável noutros Países – simplesmente para tirar Lula da disputa presidenciável, maior lider das pesquisas eleitorais e presidenciais.
E, olhem, que Lula não foi carrasco com a Elite odienta.
MANOBRAS
Enquanto Alexandre Morais, Fachin e Carmen Lucia manobram para manter Lula na cadeia, outros ministros e juízes federais, como Gilmar Mendes, arquivam processos de Aécio e liberam vários acusados de desvios bravos.
Pior: juízes como Sergio Moro manobram contra personagens a exemplo de Zé Dirceu para obrigá-lo a procedimento diante de decisão do STF nada tendo a ver com Curitiba.
Em síntese, o STF dá demonstração de ser e estar partidário abaixo da  missão de zelar pelo Estado Democrático de Direito, ou seja, ferindo a Constituição, apesar de agir em nome dela.