Blog de WS explica o fenômeno e desafios em torno de Haddad daqui para frente - WSCOM

menu

Política

27/09/2018


Blog de WS explica o fenômeno e desafios em torno de Haddad daqui para frente

Foto: autor desconhecido.

O Blog do jornalista e analista politico, Walter Santos, analisa nesta quinta-feira (27), a transferência natural dos votos de Lula para Haddad sendo concretizadas, o novo perfil do candidato, além dos desafios que o petista terá que enfrentar diante do novo cenário encontrado no Brasil.

Confira na integra o artigo de WS:

 

A nova tendência eleitoral no Brasil extrapola a força conservadora e impõe modelo tolerante

Faltando poucos dias para a eleição presidencial em primeiro turno no Brasil, já é possível atestar a consolidação da transferência de votos de Lula para Haddad de forma consistente, levando-o à projeção de vitória no segundo turno contra as forças ultra conservadoras em torno de Bolsonaro.

O novo contexto pode ter leitura sociológica pelo prisma da importância que o perfil pessoal de Fernando Haddad tem tido como elemento agregador no momento presente, arrefecendo discursos e ataques adversários por ter de reconhecer sua formação diferenciada do estereótipo histórico petista sindical.

Este elemento de base social, mais o fato de ser paulistano, professor da USP e politico sensato, firme e de imposição ao modo brando de falar, acabou que passou a ser diferencial a conquistar o respeito dos que não estão na quota petista.

Tudo isso perpassa do interesse da elite brasileira segregadora, intolerante e discricionária contra Nordestinos, negros e pobres. Haddad não é nada disso embora esteja legitimado a fazer a defesa de politicas para os discriminados historicamente.

Sem barba mal feita, discurso sindical de fábrica ou postura radical, o novo Líder do País como sucessor de Lula é a expressão mais forte a surpreender pelos valores em torno de si próprio com diálogo à vista com todos.

SEM COMPARAÇÃO

Há que se acrescentar o fator de sabedoria no trato dos graves problemas nacionais que Haddad possui N vezes mais do que Bolsonaro, – candidato sem consistência programática ou de domínio acerca da gestão de um País do tamanho do Brasil, cuja diferença pró Haddad é algo reconhecido pela crítica politica dos cidadãos e cidadãs.

É pelo conjunto de valores e símbolos que aos poucos e de forma consistente o Brasil parte para a postura centrada de recompor o caminho institucional do País depois que os partidos conservadores de Centro Direita assaltaram o Brasil e se acabaram diante da corrupção atribuída a outros, mas praticadas por eles flagrados em plena ação de desvios.

Haddad está diante da difícil missão de recompor o rumo do Brasil sem radicalismos, mas com lucidez para fazer nosso país soberano e de bem com os mundos interno e externo.

Notícias relacionadas