Blog de WS explica favoritismo e papel de Rodrigo Maia para reeleição na Câmara - WSCOM

menu

Política

14/01/2019


Blog de WS explica favoritismo e papel de Rodrigo Maia para reeleição na Câmara

Parlamentar está em João Pessoa para reunião com os deputados paraibanos em busca de apoio da Mesa na Casa

Foto: autor desconhecido.

Rodrigo Maia consolida reeleição na PB com maioria dos votos e projeto mais consistente

A segunda-feira, 14 de janeiro, chega como data sequenciada na agenda turbulenta do atual presidente da Câmara Federal, deputado federal Rodrigo Maia, em plena campanha para reeleição no cargo devendo consolidar o apoio de no mínimo 7 dos 12 parlamentares paraibanos. O líder do DEM carimba na atual disputa a condição de quem tem sabido ter diálogo com acesso a todos partidos e líderes.

 

Seu papel na atual conjuntura será muito importante diante do enfrentamento de posições e projetos do presidente Bolsonaro versus Oposição. O tempo vai esquentar.

 

Na Paraíba, pode ser até que ultrapasse essa quantidade de 7 votos porquanto os demais nomes na disputa não dispõem de dimensão, histórico e experiência como Rodrigo Maia tem conquistado nos últimos anos.

 

EFEITO DA AGENDA

Estar nesta segunda-feira no apartamento do deputado federal Efraim Filho para reunião com deputados federais paraibanos de vários partidos significa cumprimento de uma Agenda rotineira em todos os Estados sabendo que no Nordeste sua performance amplia e consolida votação de favoritismo e perspectiva de Vitória.

 

BOLSONARO E OPOSIÇÃO

Rodrigo Maia, carioca com família tendo raízes em Catolé do Rocha(PB), aprendeu cedo com o pai César Maia, ex-prefeito do Rio de Janeiro, a fazer política com diálogo permanente, mesmo sendo de partido de Centro Direita tendo vínculo com Bolsonaro e cia, tanto que o DEM dispõe de três ministros.

 

Recentemente, recebeu os apoios do PSL, PDT e PR .

 

Rodrigo Maia nem por isso deixa de entendimentos respeitados com a Esquerda, não só o PT, PC do B, PSB, etc. O PSOL não lhe faz parte dos planos porque o partido esquerdista resiste, como parlamentares petistas.

 

SÍNTESE

O atual presidente chega e sai da Paraíba com aura e postura de candidato com forte indicativo de reeleição certa na Câmara Federal.