Blog de WS destaca nível da UFPB e estranha crítica da vereadora líder da Bancada Evangélica na CMJP - WSCOM

menu

Política

28/11/2018


Blog de WS destaca nível da UFPB e estranha crítica da vereadora líder da Bancada Evangélica na CMJP

Jornalista indaga o que estaria por trás das críticas vindas da vereadora, líder da Bancada Evangélica na Câmara Municipal de João Pessoa

Foto: autor desconhecido.

O novo texto do Blog de Walter Santos traz nesta quarta-feira (28) uma abordagem sobre o alto nível de qualidade da Universidade Federal da Paraíba sob o comando da Reitora Margareth Diniz e indaga sobre o que pode estar por trás da intenção da vereadora Elísa Virgínia de criticar a instituição na contramão dos fatos e da sua história.

Já faria parte da estratégia local de buscar defender o ensino privado? – indaga o analista que, ao contrário do que diz a vereadora, a UFPB tem reconhecimento nacional e internacional.

Eis o texto:

A performance da UFPB liderando no Nordeste e a postura desinformada da vereadora Elisa Virgínia

Logo cedo do dia, eis que nos deparamos com a informação de que a vereadora Elísa Virgínia está puxando uma discussão sobre a Universidade Federal da Paraíba em abordagem que só a desinformação ou outros interesses inconfessos e ideológicos poderiam suscitar.

A vereadora exerce o livre direito de dizer o que quer mas precisa se aparelhar melhor de dados para entender o significado da mais importante instituição de ensino superior do Estado responsável por muito dos avanços construídos ao longo dos anos.

Sugiro que a parlamentar busque informações, por exemplo, do ranking nacional das universidades públicas do país e logo identificará a UFPB nas primeiras posições no Nordeste e quarta posição nacional em instituições que mais registraram Patentes.

Aliás, há tempo a gestão da Reitora Margareth Diniz se faz respeitar internacionalmente como instituição de diálogo com as Universidades de Portugal e Espanha, neste último caso onde se encontram os governadores da Paraíba, Ricardo Coutinho e João Azevedo ampliando o “Gira Mundo” com a Universidade de Salamanca.

Recentemente, até Japão reconheceu a qualidade da UFPB, da mesma forma Salamanca, na Espanha.

Nos últimos tempos, a posição da Reitora em defesa do ensino público e gratuito lhe fez ser líder de momentos difíceis porque passa a educação superior brasileira com ataques inaceitáveis de setores retrógrados da sociedade brasileira interessados em privatizar o ensino universitário de qualidade.

Trocando em miúdos, ao contrário do que prega a vereadora, a UFPB vive uma de suas melhores fases no campo da gestão de resultados enfrentando desafios e apontando saídas para as novas fases da instituição de nível muito acima de muitas faculdades privadas.

Por fim, se faz preciso e indispensável respeitar o excelente estágio do reitorado dignificado da professora doutora Margareth Diniz.