Blog de WS aborda Lisboa como centro de Startups e o caso de João Pessoa - WSCOM

menu

Economia & Negócios

20/05/2018


Blog de WS aborda Lisboa como centro de Startups e o caso de João Pessoa

João Pessoa conviverá com responsável pelo Boom de Lisboa

Foto: autor desconhecido.

O blog de Walter Santos chama a atencão para a importante palestra do Executivo Português Rui Coelho na próxima quinta-feira, 24, às 9h00, na FIEP João Pessoa sobre a importância de se investir primeiro no Centro Histórico no campo da inovação a exemplo de Lisboa, grande centro de Startups.

Eis o texto na integra:

O exemplo de Lisboa e a realidade de João Pessoa ignorando a tendência

João Pessoa receberá nesta quinta-feira para Palestra super especial o executivo português Rui Coelho – neste fim-semana em contatos na Capital da França – com palestra que servirá para expor e comprovar o ótimo momento econômico de Lisboa ao atrair para seu Centro Histórico a inserção das Startups unindo com Cultura fazendo de Portugal a condição de lider da inovação.

A palestra acontecerá na próxima quinta-feira, 24, a partir das 9 horas, no auditório da FIEP, em João Pessoa (Cordão Encarnado, Centro), graças à sensibilidade e determinação do presidente da Câmara Municipal, Marcos Vinicius.

Na prática, Rui Coelho deixará Paris direto para João Pessoa visando mostrar como Lisboa alcançou o boom econômico transformando o Centro Histórico da cidade em abrigo do Polo de Startups alinhado com a cultura ainda podendo atrair brasileiros interessados em investir na Capital portuguesa.

O CASO DE JOÃO PESSOA E A REALIDADE

A capital da Paraiba tem um acervo memorial fantástico no seu Centro Histórico mas, diferentemente de Lisboa, parte das empresas de TI se recusa a habitar economicamente nosso CH preferindo a beira mar ou a zona Sul.
Há que se respeitar qualquer decisão tomada, mas ignorar a prioridade de ocupar o Centro Histórico com Inovação e Cultura é se posicionar na contramão até de Lisboa.

Mesmo com tudo, espera-se ainda a sensibilidade das autoridades para rever posição visando a ocupação de nosso Centro Historico como fez Recife desde 2000 com o Porto Digital.

João Pessoa continua fora do circuito de inovação cercado por Recife, Campina e Natal há anos produzindo vanguarda com a capital paraibana à márgem.

Agora mesmo, na atualidade, empresas de TI conseguiram apoio da Prefeitura de João Pessoa para implantar uma base com amparo e incentivos mas na direção da beira-mar, sem admitir e esperar a prioridade do Centro Histórico como fez e faz Lisboa, Recife, Santa Catarina, etc. É a visão apressada e descomprometida com a História se impondo na contramão.

Tomara que Rui Coelho desperte em tempo a mudança pro Centro Historico