Blog de Walter Santos diz que chapa Lucélio-Micheline pode ter excluído comando de Cássio - WSCOM

menu

Política

14/04/2018


Blog de Walter Santos diz que chapa Lucélio-Micheline pode ter excluído comando de Cássio

"O não comando de Cássio intui reflexões sobre o que se passa pelos bastidores da parte da Oposição"

O novo texto no Blog de Walter Santos deste sábado (14), aborda a nova configuração política na Paraíba com a provável chapa Lucélio-Micheline para o governo do estado.

Segundo Walter, esse novo momento pode ter excluído o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) do comando das articulações para esta eleição.

Leia na íntegra:

Acordo Cartaxo – Romero consolida aliança de Prefeitos sem hegemonia do senador Cássio

O último fato politico de lançamento das candidaturas de Lucélio Cartaxo e Micheline Rodrigues compondo o tabuleiro politico da sucessão estadual não conseguiu expor com clareza porque o senador Cássio Cunha Lima não emergiu como grande avalista da novidade restringindo-se a Nota do PSDB.

O não comando de Cássio intui reflexões sobre o que se passa pelos bastidores da parte da Oposição porque, em se tratando de jogada decisiva para o PSDB, PV e aliados por que tudo não foi celebrado sem o xeque mate do maior líder tucano?

DADOS A REFLETIR

O nome que Cássio trabalhava para ser candidato ao Governo era o do deputado federal Pedro Cunha Lima, seu filho, e já tomando gosto para a missão que acabou implodida.

Ora, se vingou uma outra alternativa posta diferente ao do senador, então o que se passa nesta fase da Oposição sem o predominio de Cássio.

Lá no bairro da Torre, os filósofos dizem que, em casos assim, tem boi na linha ou seja tem problema mesmo.

VERSÃO PROCEDENTE

Quem conhece do tema garante que desde que o prefeito Luciano Cartaxo foi à Campina Grandes, tempos atrás, conversar com Romero Rodrigues em particular, depois disso os dois resolveram interferir no processo sem obedecer a Cássio e ao senador Maranhão.

É como se os dois, combinados, tenham tomado a decisão de construir caminho próprio para intervir na sucessão levando-os à mesa principal da disputa, apesar dos demais líderes.

Eles se acham com estatura para assumirem novo manequim, mesmo diante de todos os riscos possiveis.

DESDOBRAMENTOS

É preciso entender os novos passos, sobretudo do senador Cássio, pois a composição do Senado vai exigir fundamental participação do líder tucano.

O fato é que sem Unidade das Oposições tudo favorece ao candidato do Governo, João Azevedo.

Notícias relacionadas