Bloco 'Anjo Azul' desfila nesta sexta com homenagem a Zélia Garcia - WSCOM

menu

Paraíba

02/02/2018


Bloco Anjo Azul homenageia Zélia Garcia

NESTA SEXTA

Foto: autor desconhecido.

O Bloco Anjo Azul desfila nesta sexta-feira (2), a partir das 18h, com a lavagem da Escadaria de Malagrida, no beco da antiga Faculdade de Direito, no Centro da Capital. Esse ano, o bloco homenageia Zélia Garcia.

“O Bloco Anjo Azul, data de 1994, foi quem deu o ponta pé inicial a luta pela preservação da memória material e imaterial da nossa cidade, que é a terceira mais antiga do Brasil. Além disso o Anjo Azul vai homenagear as cantoras e locutoras de rádio que serão representadas pela rainha ZÉLIA GARCIA, que foi cantora de auditório da Rádio Tabajara. Terá também homenagem a Glaucia Lima, Poliana Rezende, Meire Lima, Debora Viera, Renata Arruda, entre outras. Os homens serão representados por Cardivando, Tito Lobo, Jorge Brown, Dalmo de Oliveira, Roberto Maia, Nino Nascimento, Geano Costa, entre outros”, disse a presidente do bloco, Ednamay Cirilo Leite.

Ainda segundo May, 'Anjo Azul' se destaca pela luta da preservação do Patrimônio Histórico Artístico e Cultural. “Vamos pedir paz para o Folia de Rua. Há 24 anos de resistência o Anjo Azul atrai público dos movimentos sociais e culturais da Parahyba, aliados aos povos das periferias e dos terreiros de matriz africana, notadamente da Umbanda que é a religião fundada por Gabriel Malagrida e esse ano completa dez anos na Paraíba. Gabriel viveu no beco da faculdade no século 17, enquanto jesuíta, posteriormente foi excomungado da Igreja Católica, levado a garrote e queimado na tal santa fogueira da inquisição”.

Sobre a diversidade das culturas, o bloco trabalha as ciências das religiões, no qual a rainha e o rei estarão representando as entidades ancestrais. Na oportunidade será apresentado o estandarte da Confraria de Malagrida (caboclo de SETE FLECHAS), confeccionado em xilogravura pela artista Rose Catão. Já a Associação Cultural e Recreativa Anjo Azul (ACRAA) e AS ANJINHAS – DO UNIVERSO FEMININO E SUAS INQUIETAÇÕES, na luta feminina, serão representadas pelo estandarte em homenagem a Anayde Beiriz, que foi pintado pela artista Vânia de Farias, retratando a época de 1930 e o ponto alto de Anayde com o encontro do mulherio das letras, a questão da não violência e pelo direito das mulheres.

“A partir das 20h, a Orquestra de Frevo Porta do Sol se apresenta, após será o show de Gracinha Teles e em seguida show e cortejo com o maracatu MARACAMBUCO da cidade de Olinda, seguimos até o Ponto de Cem Reis, para juntos abrirmos oficialmente o Folia de Rua 2018 com o show de Elba Ramalho”.

(Fotos: Acervo – Bloco Anjo Azul)

Programação – Além da abertura oficial no Ponto de Cem Réis, vários blocos desfilam nesta sexta-feira,2, em outros pontos da cidade, levando a Folia ao centro e aos bairros: Bloco Pinguim (Praça João Pessoa, às 19h), Bloco da Cueca (Ponto de Cem Reis, às 20h), Bloco Confete e Serpentina (Praça Dom Ulrico, às 19h), Bloco Jaguaribe Folia (Avenida 1º de Maio), Bloco Anjo Azul (Beco da Faculdade de Direito), às 18h, Bloco Maluco Beleza (em frente ao Sintep, 21h), Bloco Piratas dos Bancários (Av. Sergio Guerra, 19h).

Notícias relacionadas