Berzoini afirma que pefelista age por 'desespero' - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

16/06/2006


Berzoini afirma que pefelista age

O presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, atribuiu ao “desespero” as declarações do senador José Jorge (PFL-PE), vice do tucano Geraldo Alckmin na disputa presidencial, e disse que elas poderão prejudicar mais a própria oposição que o governo.

“Estão baixando o nível cada vez mais. O povo brasileiro sabe julgar o comportamento, o caráter e a competência do presidente Lula”, declarou Berzoini.

José Jorge afirmou que Lula não trabalha e bebe muito. “Hoje temos um presidente que não trabalha, só viaja e bebe muito, como dizem por aí. Para ser presidente é preciso ser honesto, ser competente. Precisamos do governo da verdade e não da mentira”, disse.

Para o petista, o PFL está repetindo uma estratégia que já utilizou no passado –referência indireta à frase do presidente do PFL, Jorge Bornhausen (SC), para quem o Brasil deveria se livrar da “raça” petista.

“O curioso é que eles [os oposicionistas] não aprendem. Todos os sinais demonstram que baixar o nível não ajuda, mas continuam baixando. É problema deles”, afirmou o presidente do PT.

Na opinião de Berzoini, a estratégia da oposição é deixar para Alckmin as críticas políticas e para os pefelistas os ataques mais pesados. “Eles podem dividir o trabalho. O Alckmin tenta fazer uma crítica mais política e o PFL faz a tropa de choque.”

O PT não deve tomar medidas judiciais contra José Jorge. O Palácio do Planalto não quis comentar as declarações do pefelista.