Bellucci recebe convite e vai disputar chave principal do Rio Open - WSCOM

menu

Mais Esporte

01/02/2018


Bellucci vai disputar chave principal

RIO OPEN

Foto: autor desconhecido.

Após o fim de sua pena por doping, nesta quinta-feira, Thomaz Bellucci recebeu mais uma boa notícia. Liberado para voltar a atuar, o ex-número 1 do Brasil e atual 107 do mundo recebeu um convite da organização do Rio Open e disputará a chave principal do torneio, que contará com estrelas como Marin Cilic (3º do ranking), Dominic Thiem (6º) e Gael Monfils (44º), a partir do dia 19 de fevereiro.

O anúncio da organização chega um dia depois da confirmação da chave do qualifying, que será disputado no fim de semana de 17 e 18 de fevereiro, e contava com o nome de Bellucci como um dos principais jogadores. O austríaco Sebastian Ofner deve herdar a vaga, e Thiago Monteiro ficará como o único brasileiro confirmado no qualificatório até aqui. Outros três tenistas do país ainda devem receber convites para brigarem por uma vaga na chave principal.

– É um torneio importante para mim. Ganhar um convite é muito bom. Não vou precisar passar o quali. Jogar um ATP 500 com o ranking que eu estou é uma chance enorme e preciso aproveitar da melhor maneira possível, tentando avançar na chave e conseguindo um bom resultado. Vou jogar dois torneios antes e espero chegar com ritmo no Rio. Só tenho a agradecer ao Rio Open e ao Luiz Carvalho (diretor da competição). É um voto de confiança pelo meu retrospecto no torneio e representando o tênis no Brasil – disse Bellucci.

O diretor do Rio Open, Luiz Carvalho, confirmou que houve uma grande dúvida na escolha do segundo convidado – Rogério Dutra Silva tinha recebido o primeiro "wild card". Isso porque Thiago Monteiro teve a melhor campanha entre os brasileiros nas duas últimas edições da competição.

– Foi uma decisão difícil, mas pesou a história do Thomaz Bellucci e tudo o que ele representa para o tênis nacional. Depois do Guga é o tenista com melhor ranking de simples e o jogador que por mais tempo permaneceu na posição de número 1 do país. Ele está voltando de suspensão e tenho certeza que vai fazer de tudo pra aproveitar essa chance e a dar a volta por cima – explicou Carvalho.

Bellucci, suspenso por cinco meses em caso de doping por contaminação cruzada, está sem entrar em quadra profissionalmente desde o US Open, em agosto de 2017. Ele volta a atuar na próxima semana, quando integra a chave principal do ATP de Quito, no Equador. O brasileiro ainda está inscrito no qualifying do ATP de Buenos Aires, antes de ir ao Rio de Janeiro.

Notícias relacionadas