Barbosa nega ilegalidade em PEC, pede desculpas a Gervásio e acusa líder do governo de promover ataques contra ele - WSCOM

menu

Política

20/11/2018


Barbosa nega ilegalidade em PEC, pede desculpas a Gervásio e acusa líder do governo de promover ataques contra ele

Foto: autor desconhecido.

O deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB), durante sessão na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nesta terça-feira (20), se retratou e pediu desculpas ao presidente da Casa, Gervásio Maia (PSB), sobre um pronunciamento contundente usando duras palavras contra o parlamentar na última segunda-feira (19).

Ele havia citado que Gervásio, se referindo a PEC 13/2015, que dispõe sobre o fim da reeleição de presidentes do Poder Legislativo, não conseguirá dizer à Paraíba qual o artigo que o acoberta a tomar uma atitude “esdrúxula, autoritária, equivocada e submissa” como essa. 

“Venho pedir desculpas publicas ao deputado Gervásio Maia, presidente desta Casa, pela calcificada das palavras por mim proferidas na última vez que estive nessa tribuna”, disse Ricardo Barbosa.

O socialista comentou o motivo que o fez voltar atrás no seu pronunciamento, afirmando que não teve a intenção de atingir Gervásio e que tal atitude se deu pelo seu “descuido” em não ler o seu pronunciamento.

“Primeiro porque isso me criou um certa… [travou a voz] eu nem tive o cuidado de ler, foi um discurso de improviso e não tive o cuidado de ler com a velocidade que tramitou o meu discurso, ele já estava impresso, escrito e desfilando pelos palácios e cortes e lhes confesso que não tive a intenção de o ferir e se o fiz peço desculpas a honra e a história do deputado porque é dela que vivemos”, afirmou o parlamentar.

Barbosa fez questão de lembrar toda a história que teve com Gervásio, que segundo o mesmo, o ajudou em momentos difíceis dentro da própria Casa.

“Eu vou confessar o que ele fez na minha vida parlamentar e na minha própria saúde, foram dois ataques que sofri por dois parlamentares desta Casa de Oposição, não vou nomina-los, naturalmente, e sei o que isso me causou a saúde; o deputado Gervásio Maia tem uma característica de personalidade diferenciada, é mais frio nas sensações que podem lhe fazer mal, mas eu quero dizer ao deputado, que eu retiro toda e qualquer palavra que naquela minha fala possa ter lhe atacado, pois não quero que vossa excelência deixe esta Casa com uma magoa. Está retirado de publico qualquer ofensa que tenha lhe feito”, disse o parlamentar.

O deputado encerrou a sua fala na tribuna desejando sucesso a Gervásio em sua nova Casa em Brasilia. “Vá para Brasilia honrar as tradições da sua família e levar o nome da Paraíba aos melhores sinais de glória”, concluiu.

Ataque e rusgas com Hervazio Bezerra

Acusado de descumprir o regimento interno na aprovação da PEC por Hervázio Bezerra, líder do governo, Barbosa afirmou que não houve qualquer quebra e garantiu que a análise da proposta seguiu os mesmos trâmites utilizados em votações anteriores. “Me acusaram publicamente, inclusive autoridades da envergadura do governador Ricardo Coutinho”, lembrou.

Barbosa descartou ir à Justiça contra o engavetamento da PEC, após requerimento contestando a legalidade da sua aprovação, mas acusou o líder do governo, Hervázio Bezerra, de promover ataques públicos a ele. “E trouxe outras vozes que nem dizem respeito a este Poder para igualmente fazê-lo, por mais legitimidade que tivessem, mas nós não ferimos em nenhum momento a legalidade”, disse.

Por Redação
Portal WSCOM