Bancos desrespeitam lei das filas e rendem até 15 denúncias por dia em João Pessoa - WSCOM

menu

Paraíba

12/11/2018


Bancos desrespeitam lei das filas e rendem até 15 denúncias por dia em João Pessoa

Foto: autor desconhecido.

A demora no atendimento em bancos provoca sensação de revolta diária nos paraibanos. Na manhã desta segunda-feira (12), mais um consumidor denunciou a situação à equipe de reportagem do ClickPB. Através das redes sociais, o cliente da Caixa Econômica Federal chegou à agência por volta das 9h30 e só conseguiu atendimento já próximo ao meio-dia.

De acordo com informações de Helton Renê, secretário do Procon-JP, o órgão recebe de 7 a 15 reclamações por dia sobre a demora no atendimento em bancos. Ele comentou que o número de denúncias é tão grande que se “perde a conta. Todo dia recebe reclamação de demora em banco”.

A mais recente orientação para os consumidores prejudicados, de acordo com Helton Renê, é acionar a Justiça para pedir ressarcimento por danos morais. “A gente está orientando os consumidores para essa situação. É uma violência contra o consumidor é e lei”, ressaltou o secretário do Procon-JP. O consumidor pode coletar como prova da demora do atendimento o próprio comprovante recebido. “Através da senha do atendimento, e quando for atendido, recebe o protocolo e faz prova a favor”, explicou Renê.

Apesar das reclamações recorrentes, os bancos não demonstram muito interesse em solucionar as demoras nos atendimentos. Helton afirmou que as fiscalizações continuam sendo feitas e multas aplicadas. “As multas que a gente aplica diariamente, estão começando a ser reconhecidas”, avaliou o secretário. No entanto, a mudança acontece em ritmo lento.

Em João Pessoa, a Lei 8.744 de 1998 estabelece o atendimento em até 20 minutos em dias normais e em 30 minutos nos dias de pagamento de funcionários públicos municipais, estaduais e federais, de vencimento de contas de concessionária de serviços públicos e de recebimento de tributos municipais, estaduais e federais, e de 35 minutos nos dias considerados atípicos (como pagamento dos servidores públicos, vésperas e após feriados).

O consumidor pode fazer denúncias de desrespeito à legislação ao Procon-JP através do telefone 0800 083 2015.