Aumentam chances de reeleição de Lula, diz 'Financial Times' - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

13/10/2005


Aumentam chances de reeleição de

O diário britânico Financial Times destaca nesta quinta-feira a vitória de Ricardo Berzoini para a Presidência do PT, afirmando que, junto com a eleição de Aldo Rebelo para presidir a Câmara dos Deputados no mês passado, ela aumenta as chances de reeleição do presidente Luis Inácio Lula da Silva.

O jornal afirma que o primeiro turno da votação foi uma meia derrota para o governo, mas que agora a situação melhorou.

“A vitória de Berzoini vai ajudar a reprimir as críticas, diz o Financial Times.

“Ela ocorre depois de uma vitória crucial no mês passado, quando o candidato do governo foi eleito para a Presidência da Câmara.”

Portugal

O Público, em Portugal, destaca a visita de Lula para a reunião de cúpula entre os dois países.

Segundo o jornal, “Portugal quer investir mais no Brasil, mas não aumenta legalizações” de imigrantes.

O jornal afirma que os objetivos do encontro entre Lula e o primeiro-ministro português José Sócrates são aprofundar as relações entre Brasil e Portugal nos domínios da economia, cultura e defesa.

“Mas este aprofundamento (…) não abrangerá um novo acordo sobre legalização de imigrantes brasileiros em Portugal”, diz o Público.

Segundo o jornal, a intenção do governo português é aumentar a integração dos brasileiros em Portugal e melhorar a assistência, “mas não há intenção de abrir a porta para a legalização de mais clandestinos”.

Katrina

Nos Estados Unidos, o The New York Times destaca a alta conta de hotel que o governo está pagando com a hospedagem dos desabrigados pelo furacão Katrina.

“Esforçando-se para cumprir o prazo de meados de outubro estipulado pelo presidente Bush para esvaziar os abrigos, o governo federal transferiu centenas de milhares de desabrigados (…) para quartos de hotel a um custo de cerca de US$ 11 milhões (cerca de R$ 24,5 mi) por noite, uma estratégia criticada por autoridades locais e alguns congressistas por ser um desperdício e uma incoerência.”

Segundo o jornal, o número de refugiados do furacão hospedados em hotéis aumentou em 60% nas últimas duas semanas com o fechamento de alguns abrigos, chegando a quase 600 mil pessoas na terça-feira.

O uso de hotéis foi necessário porque a Agência Federal para Administração de Emergências teve problemas para instalar trailers e apartamentos apropriados para os desabrigados.

Ainda sobre o Katrina, o jornal The Christian Science Monitor comenta a expectativa de que a inflação americana tenha aumentado em setembro e pergunta se a alta “chegou para ficar”.

Segundo o jornal, logo após os grandes furacões, o custo de vida tem subido bastante nos Estados Unidos, e este aumento deve se refletir no índice de preços do consumidor a ser anunciado na sexta-feira.

A expectativa é de que o aumento fique entre 1 e 1,5 ponto percentual, o que seria o mais alto desde janeiro de 1990.

Calor

E o Washington Post, dos Estados Unidos, destaca uma pesquisa que mostra que 2005 poderá ser o ano mais quente já registrado na história.

Segundo o jornal, a pesquisa do Instituto Goddard de Estudos Espaciais mostra que a temperatura média deste ano já ultrapassou a temperatura média recorde de 1998.

As temperaturas globais este ano estão cerca de 0,75º Celsius acima da média dos anos entre 1950 e 1980, e os dados mostram que o hemisfério norte está esquentando mais que o sul.

“Muitos climatologistas, além de políticos em vários países, acreditam que o rápido aumento de temperatura nos últimos 50 anos tem sido provocado pela queima de combustíveis fósseis e outras atividades humanas que vem lançando dióxido de carbono e outros gases causadores do efeito estufa na atmosfera.”

Notícias relacionadas