Atlético de Cajazeiras quer garantir classificação já neste fim de semana - WSCOM

menu

Mais Esporte

26/07/2007


Atlético de Cajazeiras quer garantir

O técnico do Atlético de Cajazeiras, Reginaldo Sousa, continua os trabalhos de preparação da equipe para o confronto decisivo do próximo domingo, 29, contra o Central, no Perpetão, quando o time cajazeirense pode garantir a classificação para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da série C.

Para o confronto, o único desfalque é o lateral-esquerdo Valença, entregue ao Departamento Médico, e que continua de fora. Com isso, Jiqueta continua na equipe titular. Com isso, o time deve ser o mesmo que entrou em campo na derrota para o Vera Cruz, na última rodada.

“Vamos fazer alguns trabalhos e após o coletivo-apronto vamos definir os titulares, mas a base será a mesma dos últimos jogos”, disse o técnico Reginaldo Sousa, por telefone, ao Portal WSCOM Online.

Com sete pontos e na segunda colocação do grupo 6, o time tem o mesmo número de pontos que o líder, ABC, mas perde no saldo de gols. O Central é o terceiro colocado com 5 pontos e na lanterna está o Vera Cruz com apenas três conquistados.

Em caso de vitória no domingo, o Trovão Azul garantirá matematicamente sua classificação para a fase seguinte e Reginaldo disse que os atletas estão conscientes de suas responsabilidades:

“Os jogadores estão motivados, sabem da importância e vamos tentar manter os 100% de aproveitamento em nossos domínios na competição”, afirmou o treinador.

Na partida de ida entre as equipes, em Caruaru, houve empate de 0x0.

Irregularidades – O presidente do Atlético de Cajazeiras, Joselito Feitosa, disse que por enquanto não pensa em entrar com recurso contra o Vera Cruz por este ter escalado jogadores irregulares na partida do último domingo, 22, em Vitória de Santo Antão.

“Como o Vera Cruz não está diretamente na briga por uma vaga à próxima fase, fomos aconselhados pela FPF (Federação Paraibana de Futebol) a não entrar com recurso, pois de qualquer forma não teríamos os pontos do jogo. Eles apenas perderiam”, alegou o dirigente.

Os atletas que teriam atuado de forma irregular foram Lucas e Baiano. De acordo com o site oficial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os jogadores não têm contrato como profissional e são ainda amadores, o que impossibilitaria a utilização dos mesmos no Brasileirão.

Notícias relacionadas