Atividade física e boa alimentação podem prevenir doenças crônicas e câncer - WSCOM

menu

Saúde

02/12/2018


Atividade física e boa alimentação podem prevenir doenças crônicas e câncer

Foto: autor desconhecido.

Aproximadamente 14% das mulheres das capitais brasileiras são sedentárias. Esse número aumenta para 21% em mulheres mais velhas e em jovens entre 18 e 24 anos. Esses são dados da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) realizada no ano de 2017.

A pesquisa indica que 51,3% das mulheres praticam atividade física insuficiente, ou seja, não alcançam o equivalente a pelo menos 150 minutos semanais de atividades de intensidade moderada ou pelo menos 75 minutos semanais de atividades de intensidade vigorosa.

Já uma nova pesquisa publicada na Revista “Nature”, e realizada em parceria com o Ministério da Saúde (MS), indica que 12% das mulheres vítimas do câncer de mama poderiam ter a vida poupada se praticassem atividade física regularmente (150 minutos por semana). Ainda de acordo com a pesquisa, no ano de 2015, 2.075 mortes poderiam ter sido evitadas se as pacientes realizassem ao menos uma caminhada de 30 minutos por dia, cinco vezes por semana.

A pesquisa também chama atenção para o dado de que 6,5% dos óbitos por câncer de mama são atribuídos ao uso de álcool, índice alto de massa corporal e uma dieta rica em açúcar e, que a adoção de um estilo de vida saudável evitaria 39% das mortes por doença crônica, o que corresponde a 76% das causas de morte no Brasil.

Uma das formas de evitar o surgimento de doenças crônicas e câncer é desenvolver hábitos saudáveis por meio da prática de atividade física acompanhada de uma boa alimentação. Para ajudar no combate a essas doenças, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) oferta aos seus usuários uma linha de serviços especializados como a prática de atividades físicas supervisionada, os exames laboratoriais necessários para saber como estão as taxas bioquímicas e acompanhamento com nutricionista.

De acordo Ellen Correia, educadora física da rede municipal de saúde, a atividade física, além de ajudar a manter o peso em níveis adequados, também regula os níveis de colesterol no sangue. Ainda melhora a saúde do coração, diminuindo o risco de infarto, e o metabolismo de alguns hormônios relacionados com o câncer de mama, o que pode evitar e até melhorar o quadro de uma paciente com a doença.

O artigo científico “Mortality and years of life lost due to breast cancer attributable to physical inactivity in the Brazilian female population (1990–2015)”, divulgado na revista Nature, explica que um dos fatores que causam o câncer de mama é o excesso de estrogênio, que pode levar à formação de mutações e carcinogênese estimulando a produção de radicais. A atividade física diminui o estradiol e aumenta a globulina de ligação a hormônios sexuais, provocando uma redução de circulantes inflamatórios e aumentando as substâncias anti-inflamatórias.

“Os benefícios da atividade física vão além da mobilização de gordura corporal e controle do peso, pois ajudam a regular as taxas bioquímicas como o colesterol, a glicose e o triglicerídeos. São essas taxas que influenciam para o desenvolvimento de doenças crônicas como hipertensão arterial, doenças coronarianas, AVC, depressão, alguns tipos de câncer, problemas osteoarticulares, entre outros”, explica a educadora física e coordenadora do projeto João Pessoa Vida Saudável, Ellen Correia.

Serviço – Os usuários do Sistema Único de Saúde da Capital podem praticar atividades físicas por meio do projeto João Pessoa Vida Saudável (JPVS) e nas Academias da Saúde, que possuem polos espalhados por toda a cidade.

Para fazer as atividades, o usuário deve procurar a Unidade de Saúde da Família (USF) mais próxima de sua casa, onde passará por uma avaliação realizada pela Equipe de Saúde da Família, que solicitará os exames, caso necessário, ou encaminhará o usuário para um especialista da rede. Os atendimentos de Nutrição são realizados nas Policlínicas Municipais.

João Pessoa Vida Saudável – O projeto tem como objetivo incentivar hábitos saudáveis, a prática de atividades esportivas e desenvolver ações preventivas para a saúde. Atualmente mais de 5.000 pessoas participam do projeto, que está espalhado em 23 praças e em espaços públicos, como Unidades de Saúde da Família (USF) e escolas, totalizando 38 polos do projeto em toda a capital pessoense.

As atividades do JPVS acontecem de segunda à sexta-feira, das 5h30 às 7h30 e das 16h30 às 19h30, nas principais praças e avenidas de João Pessoa. O projeto é aberto ao público e podem participar pessoas de todas as faixas etárias. Os interessados devem comparecer aos polos que oferecem as aulas e procurar o orientador.

A equipe do Projeto João Pessoa Vida Saudável é composta por 38 educadores físicos, distribuídos por todos os polos do projeto. As ações realizadas com os usuários incluem, além das atividades físicas, palestras educativas, rodas de diálogos e ações preventivas, que buscam não apenas desenvolver o aspecto físico, mas também o social, afetivo e cognitivo.

Você pode conferir os locais onde acontece o projeto através do link: http://www.joaopessoa.pb.gov.br/secretarias/saude/projeto-joao-pessoa-vida-saudavel/

Academias da Saúde – Localizadas nos bairros do Geisel, Colinas do Sul e Ernani Sátiro, as Academias da Saúde contam com educadores físicos do JPVS e outros profissionais de educação física e psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas.

A estrutura das Academias da Saúde conta com espaços multiuso, de vivência e de equipamentos fixos, como barra horizontal, barra paralela, prancha abdominal, barra marinheiro, espaldar e a barra horizontal de apoio. O espaço ainda tem quadra de areia e gramado para realização de atividades externas.

As Academias funcionam de segunda à sexta-feira, das 7h às 11h e das 12h às 16h e é aberta ao público, ou seja, qualquer pessoa pode participar dos serviços ofertados, bastando comparecer à Academia portando o Cartão SUS e a liberação do médico, caso tenha alguma lesão.

As atividades do JPVS nas Academias de Saúde acontecem das 5h30 às 7h30 e das 16h30 às 19h30