Assessoria de Cássio anuncia acordo para Rômulo e Ginannina desistirem do PPS; P - WSCOM

menu

Política

02/08/2005


Assessoria de Cássio anuncia acordo

EXCLUSIVO – Dezesseis minutos depois WSCOM Online veicular informação repassada, por telefone, pela assessoria do governador Cássio Cunha Lima de que ele teria conseguido, em reunião, costurar acordo com os deputados Rômulo Gouveia e Giannina Farias para eles não irem para o PPS, o próprio presidente da Assembléia Legislativa ligou para o Portal negando recuo confirmando filiação ao PPS na próxima semana.

– Essa informação repassada pela assessoria inexiste porque já tomei a decisão de me filiar no PPS, como Giannina Farias o fará também, portanto, desminto que exista acordo em contrário – afirmou ele, visivelmente desconfortado.

De acordo com Rômulo, “o que existe de concreto foi dito publicamente pelo presidente nacional do PPS, Roberto Freire, dando conta da nossa filiação em Campina Grande”.

Rômulo Gouveia lembrou que não se reuniu pela manhã e tarde, nem tratou de recuar da posição já em gestação há algum tempo.

Veja a íntegra da notícia provocada pela assessoria do governador:

“O governador Cássio Cunha Lima se reuniu nesta segunda-feira com o deputado Rômulo Gouveia, presidente da Assembléia Legislativa, deputada Giannina Farias e prefeito Tarcisio Marcelo acertando com eles a desistência de se filiarem ao PPS, como chegou a ser anunciado hoje. O futuro partidário dos três será decidido posteriormente com o chefe do executivo.

A reunião do governador com os parlamentares foi convocada para o final da tarde, depois do encontro de Rômulo e Giannina com o presidente nacional do PPS e, ainda, após a posse coletiva dos novos secretários executivos de diversas áreas.

Antes do encontro, em entrevista, Cássio chegou a dizer que desconhecia a saida de Rômulo do PSDB para ingressar no PPS como sinalizando que teria reunião decisiva com ele.

Na reunião, Cássio deixou claro que precisa tê-los num partido aliado visando a disputa em 2006 e que essa legenda será discutido mais na frente entre eles”.

Notícias relacionadas