Assembléia decreta fim da greve no INSS; categoria volta na 4ª em regime fechado - WSCOM

menu

Paraíba

16/08/2005


Assembléia decreta fim da greve

Uma assembléia dos servidores da Previdência Nacional na Paraíba referendou nesta terça-feira o acordo firmado entre o Governo Federal e o INSS para o encerramento da greve que durou 70 dias. O atendimento será retomado nesta quarta-feira, em regime fechado, e aberto ao público na quinta.

O acordo oferece um reajuste de 7% nas gratificações por desempenho dos servidores na ativa, e de 5% para os aposentados. Os servidores se comprometem a acrescentar em duas horas diárias o atendimento ao público, para atender à demanda de mais de 70 mil processos hoje existentes na Paraíba.

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores em Previdência Social da Paraíba (Sindsprev), Antônio Bichara, o estado não seguirá, entretanto, a outra norma do acordo que determinava o atendimento em três sábados consecutivos.

“Amanhã a categoria vai organizar o atendimento à população que acontecerá a partir da quinta-feira. Caberá à gerência do INSS e os chefes dos postos tirar um calendário para fazer o atendimento o mais rápido possível”, disse.

A decisão foi referendada na assembléia por meio de votação. 63 servidores presentes votaram pelo retorno às atividades, 28 preferiam ter mantido a greve, e quatro registraram abstenção.

Os servidores que defendiam o fim da greve alegaram que o movimento foi minguado, não alcançou os objetivos esperados porque não houve mobilização nas ruas. Já os que defendiam a manutenção do movimento argumentam que o Governo Federal se mostra sufocado para protelar as reivindicações dos sindicatos.

Notícias relacionadas