Assassinato de ex-governador foi premeditado, diz delegado - WSCOM

menu

Política

27/12/2018


Assassinato de ex-governador foi premeditado, diz delegado

Foto: autor desconhecido.

 Para o titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa do Espírito Santo, Marcus Vinícius Rodrigues, o assassinato do ex-governador e ex-senador Gerson Camata teria sido praticado de forma premeditada pelo ex-assessor Marcos Venício Moreira Andrade. Ele foi preso e autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo torpe, além de dificultar a defesa da vítima. Andrade foi encaminhado para um presídio da região da Grande Vitória.

“Acredito que o crime tenha sido premeditado, sim. Conforme depoimentos, relatos das testemunhas, não houve discussão alguma. As testemunhas são firmes em dizer que não houve ofensa alguma, uma das testemunhas ouviu toda conversa e, logo em seguida, ele efetuou um único disparo que ceifou a vida do governador”, afirmou o delegado.

O corpo de Gerson Camata continua sendo velado nas dependências do Palácio Anchieta, sede do governo estadual. O sepultamento está previsto para ocorrer na tarde desta quinta-feira (27), no cemitério Jardim da Paz, na cidade de Serra, na Grande Vitória.

O homicídio aconteceu no final da tarde desta quarta-feira, em uma rua na Praia do Canto, bairro nobre de Vitória. Andrade disse que cometeu o crime porque teria sido processado por injúria por Camata, o que fez com que R$ 60 mil em sua conta bancária fossem bloqueados.

Brasil 247