Alvo de operação por suposta exploração de deficientes, Asdef aponta 'equívoco' e diz que acusações são 'levianas' - WSCOM

menu

Paraíba

20/09/2018


Alvo de operação por suposta exploração de deficientes, Asdef aponta ‘equívoco’ e diz que acusações são ‘levianas’

Foto: autor desconhecido.

A Associação de Deficientes e Familiares – ASDEF  se pronunciou após ser alvo da Operação Belerofonte, que teve a finalidade de reprimir a exploração de pessoas com deficiências, assim como supostas fraudes nos processos de pagamento de órgãos públicos.

Segundo a associação, ela não foi notificada para apresentação de documentos, e a situação se resume a um ‘equívoco’. A instituição declarou ainda que refutará todas as acusações ‘levianas’.

Leia a nota:

‘A diretoria da Associação de Deficientes e Familiares – ASDEF vem a público esclarecer sobre os fatos ocorridos nessa manhã do dia 19 de setembro, envolvendo a atuação da entidade em denúncias referentes ao contrato de Prestação de Serviços ao Tribunal de Justiça da Paraíba com a inclusão de mão de obras de pessoas com deficiência naquela instituição.

Ocorre que a ASDEF não foi previamente notificada para apresentar a documentação capaz de esclarecer todo este equívoco, ninguém de sua diretoria foi ouvido até o momento, e nem sequer teve acesso às razões que levaram a precoce medida cautelar de busca e apreensão cumprida hoje em sua sede.

Lamentamos, sobretudo, a espetacularização midiática que impõe sobre fatos que ainda estão sendo apurados, um julgamento unilateral e indevido, pois, como é notório a toda a comunidade paraibana, e, principalmente entre todas as pessoas com deficiência assistidas, a ASDEF é uma instituição que há 15 anos sempre atuou de forma responsável, transparente e dentro da lei.

A instituição está certa de que no momento adequado refutará a cada uma das levianas acusações, pois o bom trato aos seus usuários e empregados sem foi uma prioridade publicamente reconhecida, devendo aqueles que estão a noticiar fatos caluniosos prestarem também os seus devidos esclarecimentos a justiça.

De igual forma, a instituição não reconhece outras acusações noticiadas que estão deturpando os fatos na tentativa de criminalizar os esforços lícitos que foram adotados pela sua diretoria diante da dificuldade financeira enfrentada, priorizando acordos de natureza alimentar e trabalhista, e com o permanente esforço de honrar com todos os seus compromissos, inclusive, disponibilizando a justiça toda a documentação probatória necessária.

Por fim, a ASDEF agradece ao imenso apoio e solidariedade recebida nesse momento por seus usuários, amigos e parceiros, junto com os quais logo retomará as suas atividades, apoio e militância em favor da pessoa com deficiência e seus familiares.’

Notícias relacionadas