Arcebispo vai entregar documento pró-transposição em visita de Lula - WSCOM

menu

Paraíba

24/07/2007


Arcebispo vai entregar documento pró-tra

O presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) virá à Paraíba na próxima quinta, 26, a tarde. Lula fará a liberação de cerca R$ 340 milhões para obras de saneamento e urbanização de favelas. Na ocasião, o arcebispo Dom Aldo Pagotto irá entregar ao presidente um manifesto em favor da transposição do Rio São Francisco.

A idéia de entregar o manifesto ao presidente foi tomada ontem durante a reunião do Comitê.

Cássio quer evento suprapartidário

O governador Cássio Cunha Lima (PSDB) teve a confirmação da visita do presidente, por telefone, na manhã desta terça, 24. Na próxima quinta, Cássio irá aproveitar a oportunidade para fazer uma homenagem ao residente do Palácio do Planalto e pretende fazer um evento suprapartidário.

“Vamos tentar também levar os medalhistas Kaio Márcio e Aline Rosas para agradecer pessoalmente ao presidente”, revela, adiantando que tudo dependerá da agenda de Lula. “Queremos fazer uma grande festa. Acho que a Paraíba vai estar reunida de forma suprapartidária, com dois objetivos: primeiro agradecer esta etapa do PAC, onde o Governo do Estado, a Prefeitura de João Pessoa, a Prefeitura de Campina Grande e, através do Estado, a cidade de Santa Rita e Cabedelo, recebem recursos muito importantes”, argumenta.

O governador lembrou ainda que o presidente também receberá o apoio pelo seu empenho para realizar a transposição do Rio São Francisco e pela realização do Pan-Americano, por isso a idéia de levar os atletas até o mandatário, num gesto de carinho, em contrapartida as vaias recebidas durante a abertura do Pan do Rio.

Cássio garante que no que depender dele, não haverá espaço para qualquer tipo de divergência. “Não importa que o prefeito dessa ou daquela cidade são adversários, estaremos unidos, coesos, para prestar um ato de reconhecimento”, ressalta.

Ainda segundo o governador, os recursos atendem sim as expectativas do Estado no quesito saneamento e de urbanização de favelas. Desses R$ 340 milhões cerca de R$ 80 milhões irão para João Pessoa e R$ 60 milhões para Campina Grande.

Além disso, Cássio revelou que a ministra Dilma Rousseff confirmou o atendimento de outro pleito que havia ficado pendente, liberando recursos de R$ 20 milhões para uma adutora em Campina Grande, para serem gerenciados pela Cagepa, a fim de garantir um suporte maior para Campina e para o entorno.

Notícias relacionadas