Aranha lembra produção de CD de Gustavo e desejo de implantar indústria na PB - WSCOM

menu

Paraíba

30/04/2017


Carlos Aranha lembra ações na Paraíba

LEMBRA BELCHIOR

Foto: autor desconhecido.

 O cantor, compositor,  multimídia e acadêmico da Academia Paraibana de Letras, Carlos Aranha, amigo particular de Belchior, lembrou de sua última ligação há sete meses quando falaram de temas de conjuntura. Entretanto, o artista teve grande ação ao dirigir CD "Divina Virtude", em 2007, do cantor e compositor Gustavo Magno e, em 1995, ver implodido o projeto de implantar uma Indústria de CD na Paraíba.

 Aranha explicou  que em 2005, Belchior chegou a conversar com o então governador da Paraíba, José Maranhão, para implantar uma indústria de produção de CDs no Estado, mas nada andou por posição contrária de auxiliares do Governo desaconselhando o projeto.

 – Na Paraíba é sempre assim, muitos projetos deixaram de existir pelo mesmo motivo dos que atuam nos bastidores – comentou.

 PROJETO ESPECIAL DE BELCHIOR –

 A mais importante ação de Belchior na Paraíba efetivamente foi dirigir o CD "Divina Virtude",do cantor e compositor Gustavo Magno, em 2007 pela Atração Fonográfica, de São Paulo, mesmo que todos os arranjos musicais do CD sejam de Gustavo. 

 O CD traz a adaptação musical dos "Versos íntimos", de Augusto dos Anjos, e "Barcelona, Borborema", da poesia de José Nêumanne Pinto. Trabalhos realizados em parceria com o jornalista paraibano Carlos Aranha.⁠⁠⁠⁠