Após morte de PM, Bolsonaro cobra leis para 'que o bem vença o mal' - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

06/01/2019


Após morte de PM, Bolsonaro cobra leis para ‘que o bem vença o mal’

Nas redes sociais, presidente lamentou a morte e reforçou pedido de trabalho conjunto entre Legislativo, Executivo e Judiciário

© Ricardo Moraes/Reuters

Após a morte do soldado da Polícia Militar do Rio, Daniel Henrique Mariotti, 30 anos, na noite do último sábado, que havia sido baleado durante a tarde em ação na Linha Amarela, via que liga as zonas norte a oeste da cidade, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), citou nesse domingo (6), nas suas redes sociais, o caso para reforçar apelo mudanças legais na área de segurança.

 

Mariotti foi o primeiro PM morto em combate no estado em 2019 – em 2018, foram 92. Ele foi baleado na cabeça enquanto tentava impedir assaltos na via. Chegou a ser levado com vida ao Hospital Geral de Bonsucesso, onde passou por cirurgia, mas não resistiu.

 

O soldado estava na corporação desde 2013 e deixa mulher e um filho de três anos.