Após fim de semana terrível, Schumacher avisa rivais para não subestimar a Merce - WSCOM

menu

Automobilismo

02/04/2011


Rivais não devem subestimar a Mercedes

Schumacher

Foto: autor desconhecido.

Michael Schumacher e a Mercedes não tiveram um fim de semana agradável. O heptacampeão mundial largou apenas na 11ª posição e, 19 voltas depois, abandonou o GP da Austrália. Seu companheiro, Nico Rosberg, também não terminou a corrida.

Mesmo assim, Schumacher avisou as outras equipes para não subestimarem a Mercedes, apesar da péssima estreia da escuderia de cor prata.

– É ainda muito cedo para nos riscar fora. Todos na equipe continuam muito positivos e com espírito de luta. Queríamos ter feito melhor na nossa corrida de estreia, mas acabou sendo uma decepção para nós.

A Mercedes havia terminado os testes de pré-temporada com marcas respeitáveis, e tudo parecia indicar que Schumacher voltaria a viver bons momentos. Em Melbourne, porém, a dura realidade de nenhum ponto conquistado surpreendeu os membros do time.

Ross Brawn, o chefe da Mercedes, admitiu que não esperava uma corrida tão negativa. Ele acredita, entretanto, que a recuperação será um teste de força para a sua equipe em 2011.

– Nós enfrentamos um fim de semana muito duro depois de bons testes em Barcelona. Sofremos com vários problemas que impediram que tivéssemos um carro equilibrado e acabamos tendo uma dupla desistência. Nossa prioridade desde então tem sido reagrupar, rever tudo, e estabelecer uma forma para alcançarmos o potencial total do carro.

Schumacher, por sua vez, também pretende permanecer otimista com as chances da Mercedes na temporada 2001 da Fórmula 1.

– Eu espero um fim de semana melhor no próximo GP, na Malásia, um fim de semana no qual podemos trabalhar para evoluir.
 

Notícias relacionadas