Após demanda, Wellington Roberto comunica suspensão de licitação e permanência do posto da PRF, em Cajazeiras - WSCOM

menu

Política

04/12/2018


Após demanda, Wellington Roberto comunica suspensão de licitação e permanência do posto da PRF, em Cajazeiras

Diretor geral da PRF comunicou que já suspendeu o processo licitatório que previa a construção de um novo posto na cidade de Sousa

Na imagem, o deputado federal Wellington Roberto ao lado do líder do governo Temer, André Moura

Por Redação / Portal WSCOM

O deputado federal Wellington Roberto (PR), ao lado do deputado André Moura (PSC-SE), líder do governo Temer na Câmara, publicou nesta terça-feira (4) um vídeo no qual comunica que o posto da Policia Rodoviária Federal (PRF) na cidade de Cajazeiras, Sertão da Paraíba, não será desativado. 

 

Na oportunidade, Wellington explicou que não há motivos aparantes para desativar o posto, tendo em vista que o mesmo é estratégico para o Estado, pois faz divisa com o Ceará. O deputado paraibano comunicou também que o diretor geral da PRF já suspendeu o processo licitatório que previa a construção de um novo posto na cidade de Sousa, também interior da Paraíba.

 

“André Moura me confidenciou que o diretor geral da Polícia Rodoviária Federal terminou de suspender a licitação da construção de um novo posto que seria edificado em uma cidade mais próxima, assim como em outros estados; e até o presente momento nós iremos permanecer com o posto, para que a população possa ser atendida com o contingente da Polícia Rodoviária Federal”, explicou o deputado paraibano.

 

André Moura, líder do governo Temer, explicou que a solicitação foi atendido após um pedido particular de Wellington Roberto e que por se tratar de alguém que conhece a demanda do Estado, sabe que o atual posto já atende as necessidade da região e seria desnecessário a construção de um novo.

 

“O deputado nos trouxe a demanda e atendendo o pedido dele, na condição de líder do governo no Congresso Nacional, estivemos com o Dr. Renato e agora estamos aqui comunicando que foi suspenso o processo licitatório”, concluiu o deputado André Moura.