Após agredir repórter, atacante Juninho é punido pelo Sport - WSCOM

menu

Futebol

19/02/2019


Após agredir repórter, atacante Juninho é punido pelo Sport

O jogador terá que pagar 20 cestas básicas a uma instituição escolhida pelo jornalista.

Foto: Sport

O Sport puniu o atacante Juninho por ter agredido o repórter Victor Pereira, da CBN Recife, na saída para os vestiários. Segundo informações da imprensa local, Juninho deixou o gramado – ele foi expulso no final da partida -, e saiu xingando o repórter, antes de dar um tapa no microfone O jogador terá que arcar com 20 cestas básicas, a uma instituição escolhida pelo repórter.

 

A punição foi definida em uma reunião entre o atleta Juninho, o repórter Victor Pereira, o vice-presidente de Comunicação do clube, Jurandyr Gayoso, o diretor de futebol, Nelo Campos, além do presidente da Associação de Cronistas Desportivos de Pernambuco, André Luiz Cabral.

 

Confira a nota publicada pelo Sport:

O Sport Club do Recife vem através desta informar que, em relação ao acontecido entre o atleta do Clube, Edmar Ribeiro da Costa Júnior (Juninho) e o repórter da rádio CBN Recife, Victor Pereira, no último domingo (17), no estádio do Arruda, foram recebidos pelo Vice-presidente de Comunicação do Sport, Jurandyr Gayoso, e o Diretor de Futebol Nelo Campos, na Sede Social do Sport, na tarde desta segunda-feira (18): o próprio repórter e o presidente da Associação de Cronistas Desportivos de Pernambuco (ACDP-PE), André Luiz Cabral, e, em comum acordo, chegamos a um desfecho equânime para ambas as partes.

 

Desde já, o Sport Club do Recife esclarece que abomina todo e qualquer ato de violência, e acredita que o esporte é um espaço para inclusão e congraçamento. Diante disso, e em decisão conjunta, informamos que o atleta irá doar 20 cestas básicas para instituição escolhida pelo próprio repórter.

 

Elucidamos que o ocorrido em momento algum acarreta um entrevero entre os envolvidos. E, tanto o atleta quanto o repórter, irão prosseguir com suas atividades de forma normal e transparente, como é de praxe acontecer dentro das dependências do Sport Club do Recife ou qualquer lugar em que o Clube esteja representado.

 

Certo de que o acordo é uma forma imparcial e justa de resolver tais questões, damos por encerrado o acontecido.