Apoio a Lula cai; Serra ganharia eleição - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

12/08/2005


Apoio a Lula cai; Serra

Pesquisa Datafolha realizada anteontem em todo o país revela, pela primeira vez, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva não seria reeleito se a disputa presidencial de 2006 fosse hoje.

Lula perderia a Presidência em um segundo turno por uma margem considerável, de nove pontos percentuais, para o prefeito tucano de São Paulo, José Serra –derrotado pelo petista em 2002.

Segundo a pesquisa, Lula e Serra chegariam empatados, dentro da margem de erro de dois pontos percentuais, ao primeiro turno. Lula com 30% e Serra com 27%.

No segundo turno, Serra avançaria, chegando ao dia da eleição com 48% das intenções de voto, contra 39% para Lula.

Em pesquisa anterior, realizada em 21 de julho, Lula estava à frente de Serra (45% a 41%). No limite da margem de erro, os dois estariam empatados, mas essa hipótese era considerada improvável.

Entre uma pesquisa e outra, Lula também perdeu quatro pontos percentuais no cenário contra Serra no primeiro turno.

Serra é o único dos possíveis candidatos tucanos que poderia derrotar Lula no ano que vem, segundo o levantamento. Geraldo Alckmin, governador de São Paulo, perderia no segundo turno por 45% a 35%; e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, seria derrotado por 45% a 36%.

Em um improvável segundo turno contra o ex-governador fluminense Anthony Garotinho, Lula venceria com uma margem de 46% a 32%.

A diferença entre Lula e seus principais prováveis adversários sofreu uma diminuição significativa em todos os cenários nos últimos 20 dias.

Serra é também o único capaz de encostar em Lula no primeiro turno. Tanto Alckmin quanto FHC contam hoje com cerca da metade das intenções de voto depositadas em Lula. No caso de Garotinho, a diferença é ainda maior, de quase três vezes.

Em meio a denúncias de corrupção contra seu governo e partido e com três CPIs em andamento no Congresso, Lula também atingiu a pior avaliação desde o início do mandato: 31% o consideram ótimo ou bom, uma queda de quatro pontos em relação à pesquisa feita 20 dias antes.

A pesquisa Datafolha, realizada na quarta-feira, 10 de agosto, ouviu 2.551 pessoas em 127 municípios de todos os Estados do país.

A pesquisa mostrou ainda que os brasileiros estão divididos quanto à hipótese de Lula tentar um novo mandato em 2006. Indagados se o petista deveria ou não se candidatar à reeleição em 2006, 50% aprovam a iniciativa, mas 46% acham que ele não deveria se candidatar.

A maioria (75%), no entanto, acha que o presidente vai tentar a reeleição. Para 16%, o presidente não vai se candidatar.

Para cerca de um terço dos entrevistados (31%), Lula é, entre os possíveis candidatos incluídos na pesquisa Datafolha, o que tem mais chance de vencer a disputa no ano que vem. Para 22%, Serra é que tem mais chance. Apostam em Alckmin 11%, em FHC 10% e em Garotinho 7%.

No cenário eleitoral em que Lula teria Serra como principal adversário, os demais candidatos tiveram oscilações dentro da margem de erro da pesquisa.

Notícias relacionadas