Apenados assassinam e queimam dois no Serrotão; foto mostra corpos ainda em cham - WSCOM

menu

Policial

10/03/2006


Apenados assassinam e queimam dois

Os detentos Ivan Gomes da Silva Filho, de 28 anos, conhecido como ‘Rato’ e José Alex dos Santos, de 30 anos, conhecido como ‘Padre’ foram assassinados a golpes de estilete no início da tarde desta quinta-feira, no Presídio do Serrotão, em Campina Grande. Depois do crime, as vítimas tiveram os corpos queimados em frente à entrada do pavilhão inferior.

Segundo a direção do Serrotão, os assassinatos foram cometidos por apenados não identificados que teriam praticado uma espécie de vingança, já que Rato e Padre eram tidos como líderes dentro dos pavilhões.

O problema é que eles estariam desrespeitando os demais colegas de pavilhão, segundo a direção conseguiu apurar. Há casos relatados de que os dois tentavam ter encontros íntimos com parentes das visitas e se aproveitavam de objetos e alimentação que eram levados por familiares para os detentos, nos dias de visita.

Por conta disso, a direção acredita que terá dificuldades em desvendar o crime, pois no levantamento inicial nenhum dos detentos do pavilhão afirmou ter visto qualquer movimentação. De acordo com o tenente Paulo Gulherme, diretor do Serrotão, o local escolhido pelos detentos fica fora do ângulo de visão das guaritas. Com isso, ele afirmou que o crime foi praticado sem que ninguém do corpo da guarda do presídio percebesse.

O diretor afirmou também que as vítimas faziam parte de um grupo que foi transferido para o Presídio de Guarabira, há cerca de 15 dias, devido a estarem causando problemas e brigando com outros colegas de pavilhão. No meio da tarde, os corpos foram encaminhados para a Unidade de Medicina Legal campinense, para a necropsia.

Clique aqui para ver foto (WSCOM adverte que imagem é chocante)

Notícias relacionadas